Balanço sobre o mercado das matérias-primas

As cotações das matérias-primas têm estado em destaque ao longo dos últimos 2 anos.

Depois dos contratos futuros sobre os preços do petróleo terem atingido valores negativos pela primeira vez na história, o petróleo acabou por dar início a um rally sem precedentes que contribuiu para as pressões inflacionistas.

2022 foi um ano muito interessante para as matérias-primas, com a invasão russa na Ucrânia a provocar um aumento significativo da volatilidade sobre os preços das matérias-primas, especialmente no mercado da energia. No entanto, a situação acalmou consideravelmente no final do ano. Ao mesmo tempo, o mercado de matérias-primas teve de lidar com a valorização do dólar, com o aumento das taxas de juro e com a incerteza sobre a atividade económica na China, com penalizações severas nos preços. No caso do petróleo, todos os ganhos registados durante a primeira metade do ano acabaram por ser devolvidos ao mercado.

Mantenha-se a par da atualidade dos mercados com as notícias diárias e em tempo real.

Por outro lado, espera-se que grande parte das questões que marcaram o ano de 2022 permaneçam, pelo menos, ao longo do próximo ano. Os investidores continuam atentos a eventuais novas intervenções por parte dos bancos centrais, e apesar das pressões inflacionistas estarem a diminuir, a inflação ainda não atingiu os níveis desejados. Devemos, porém, esperar que as taxas de juro deixem de subir a dada altura – o tão aguardado pivot no lado da Fed, por exemplo. Acreditamos que o dólar americano deverá, muito provavelmente, enfraquecer ainda mais, o que por sua vez deverá ser positivo para as matérias-primas e, não obstante, as questões relacionadas com a gestão das políticas “Zero COVID-19” na China continuam a ser um tema-chave, dado que o governo muda frequentemente a sua posição em relação às restrições.

Dê os primeiros passos neste mercado ou aprofunde o seu conhecimento com o e-book gratuito da XTB.

Por fim, mas não menos importante, o abrandamento da economia global ou mesmo o risco de recessão nas maiores economias mundiais poderão ser um gatilho para que as matérias-primas entrem em sell-off.

Tabela com as variações dos preços nominais das matérias-primas

Olhando para a classificação das alterações do preço nominal das matérias-primas, podemos ver que o gás natural, o sumo de laranja ou o níquel saíram-se muito bem. No entanto, uma alteração muito pequena foi pontuada pelo petróleo – acompanhe a cotação dos preços do petróleo em tempo real.

 

Variações dos preços das matérias-primas em 2022. Fonte: Bloomberg

 

 

Este material é uma comunicação de marketing na aceção do artigo 24.º, n.º 3, da Diretiva 2014/65 / UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 15 de maio de 2014, sobre os mercados de instrumentos financeiros e que altera a Diretiva 2002/92 / CE e Diretiva 2011/61/ UE (MiFID II). A comunicação de marketing não é uma recomendação de investimento ou informação que recomenda ou sugere uma estratégia de investimento na aceção do Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho de 16 de abril de 2014 sobre o abuso de mercado (regulamentação do abuso de mercado) e revogação da Diretiva 2003/6 / CE do Parlamento Europeu e do Conselho e das Diretivas da Comissão 2003/124 / CE, 2003/125 / CE e 2004/72 / CE e do Regulamento Delegado da Comissão (UE ) 2016/958 de 9 de março de 2016 que completa o Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho no que diz respeito às normas técnicas regulamentares para as disposições técnicas para a apresentação objetiva de recomendações de investimento, ou outras informações, recomendação ou sugestão de uma estratégia de investimento e para a divulgação de interesses particulares ou indicações de conflitos de interesse ou qualquer outro conselho, incluindo na área de consultoria de investimento, nos termos do Código dos Valores Mobiliários, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 486/99, de 13 de Novembro. A comunicação de marketing é elaborada com a máxima diligência, objetividade, apresenta os factos do conhecimento do autor na data da preparação e é desprovida de quaisquer elementos de avaliação. A comunicação de marketing é elaborada sem considerar as necessidades do cliente, a sua situação financeira individual e não apresenta qualquer estratégia de investimento de forma alguma. A comunicação de marketing não constitui uma oferta ou oferta de venda, subscrição, convite de compra, publicidade ou promoção de qualquer instrumento financeiro. A XTB, S.A. – Sucursal em Portugal não se responsabiliza por quaisquer ações ou omissões do cliente, em particular pela aquisição ou alienação de instrumentos financeiros. A XTB não aceitará a responsabilidade por qualquer perda ou dano, incluindo, sem limitação, qualquer perda que possa surgir direta ou indiretamente realizada com base nas informações contidas na presente comunicação comercial. Caso o comunicado de marketing contenha informações sobre quaisquer resultados relativos aos instrumentos financeiros nela indicados, estes não constituem qualquer garantia ou previsão de resultados futuros. O desempenho passado não é necessariamente indicativo de resultados futuros, e qualquer pessoa que atue com base nesta informação fá-lo inteiramente por sua conta e risco.

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com a XTB.

Recomendadas

“É importante pensar na estratégia do que se quer para a TAP”, refere administrador da Vila Galé

Gonçalo Rebelo de Almeida considera que é necessário perceber se Portugal quer transformar a TAP numa companhia mais pequena só a Europa ou se o país quer continuar a apostar no seu crescimento.
TAP

Finanças desconheciam bónus de três milhões acordado com CEO da TAP

O antigo ministro João Leão não teve conhecimento do montante do bónus da CEO da TAP que consta do contrato assinado a 8 de junho de 2021.

Premium“Vamos continuar a trabalhar as duas marcas em separado”

Neves e Almeida e CEGOC vão trabalhar em autonomia e com equipas de gestão próprias, mantendo a identidade de cada marca.
Comentários