PremiumBanco de Fomento e CGD negam parceria com empresa da polémica

Câmara de Caminha disse que a Green Endogenous tinha “parcerias estratégicas” com bancos do Estado. Mas estes negam ligações.

Crescem as dúvidas sobre a Green Endogenous, o fundo de investimento que celebrou em 2020 o polémico acordo com a Câmara Municipal de Caminha que fez cair, esta quinta-feira, o agora ex-secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro e na altura autarca daquela localidade, Miguel Alves.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Binter e Embrar fecham compra de cinco novas aeronaves por mais de 369 milhões de euros

As duas primeiras unidades estão previstas para chegar às Ilhas Canárias em novembro de 2023.

Manuel Champalimaud compra à Novares a área de injeção de plásticos para a indústria automóvel

A aquisição visa reforçar posição do Grupo Champalimaud no sector dos componentes de plástico decorativo e de interface para a indústria automóvel.

PremiumAmazon diz que “continua a fazer investimentos” de cloud em Portugal

A empresa norte-americana de computação na nuvem Amazon Web Services (AWCS)está a desenvolver um centro de dados no país, mas não se compromete com uma data de abertura.
Comentários