BANIF. PM garante “integridade do dinheiro dos depositantes”

Banco de Portugal também está a acompanhar situação do Banif

Independentemente da forma como decorra o processo de venda, que desejamos que corra bem, independentemente da forma como decorra o processo de apreciação na Comissão Europeia, que também desejamos que corra bem, há uma coisa que ficará sempre garantida, que é a da integridade do dinheiro dos depositantes, que será salvaguardada em qualquer circunstância. Portanto, não há nenhum motivo para que os depositantes terem qualquer quebra de confiança na instituição”, declarou, ontem, o primeiro-ministro.

Na Assembleia da República, à entrada para o jantar de Natal do grupo Parlamentar do PS, que começou com mais de uma hora de atraso, António Costa, que passou a tarde a analisar a situação do banco com os diferentes líderes parlamentares, explicou que “neste momento, o processo do Banif continua em apreciação nas instituições europeias e o processo de venda continua em curso“.

Questionado sobre se haverá custos para os contribuintes em geral, em resultado da situação financeira do Banif, o líder do executivo observou que o Estado “tem capitais públicos muito avultados” investidos naquele banco.

Espero que a solução que venha a existir proteja o melhor possível o dinheiro dos contribuintes. Mas a garantia que possa dar aos contribuintes não é a mesma que posso dar aos depositantes“, salientou, citado pela agência Lusa.

Para já, neste momento, a responsabilidade é minha, no sentido de assegurar a melhor satisfação do interesse público e a melhor proteção dos interesses dos contribuintes. Os dois principais valores são os da estabilidade e confiança no sistema financeiro e garantia absoluta a todos os depositantes sobre a integral proteção das suas poupanças, acrescentou António Costa.

O primeiro-ministro recebeu os líderes parlamentares na sua residência oficial, em São Bento, para analisar a situação financeira no Banif, disse à agência Lusa fonte oficial do Governo. Estas reuniões acontecem depois de o Banco de Portugal, em comunicado, ter referido que, em articulação com o Ministério das Finanças, “está a acompanhar a situação do Banif, garantindo, como é da sua competência, a estabilidade do sistema financeiro, bem como a segurança dos depósitos”.

O supervisor financeiro adiantou no mesmo comunicado que, “tal como foi revelado pelas autoridades nacionais, europeias e pelo Conselho de Administração do Banif”, o plano de reestruturação do banco “está a ser analisado pela Comissão Europeia e, em paralelo, está a decorrer um processo de venda internacional da instituição financeira conduzido pelo Conselho de Administração”.

OJE

Recomendadas

CEO da EDP diz que Portugal tem sido “exemplo de estabilidade” nos preços para as famílias

Em declarações aos jornalistas durante uma visita a um parque solar flutuante em Singapura, o CEO da EDP disse que a evolução dos preços em Portugal, incluindo um aumento médio de cerca de 3% do valor global da fatura de eletricidade dos clientes residenciais da EDP Comercial a partir de janeiro, “é uma coisa perfeitamente estável face ao enquadramento que existe”.

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta quarta-feira

A União Europeia deverá divulgar na quarta-feira dados concretos sobre a evolução do emprego no terceiro trimestre deste ano. O indicador é importante na definição da estratégia de política monetária daqui para a frente, já que historicamente sinaliza (ou não) um cenário de recessão – uma preocupação que tem estado na agenda dos bancos centrais.

Adjudicados últimos seis lotes do concurso para fornecimento de serviços à rede SIRESP

O concurso para fornecimento de serviços à rede de emergência SIRESP foi concluído na segunda-feira, antes do prazo, com a adjudicação dos restantes seis lotes, anunciou hoje a empresa que gere o sistema.