Bayern de Munique prevê quedas de três dígitos nas receitas desta época

O clube campeão alemão terminou a temporada anterior com um resultado operativo de 104,5 milhões de euros e um lucro antes de impostos de 17 milhões. Após impostos, o clube anunciou um resultado de 9,8 milhões de euros, uma queda considerável face à temporada de 2018/19, quando o lucro líquido foi de 52,5 milhões de euros.

O Bayern de Munique encerrou a temporada anterior com um lucro de 9,8 milhões de euros mas para esta temporada, os responsáveis do clube bávaro preveem uma queda de três dígitos nas receitas da atual época desportiva.

O clube campeão alemão terminou a temporada anterior com um resultado operativo de 104,5 milhões de euros e um lucro antes de impostos de 17 milhões. Após impostos, o clube anunciou um resultado de 9,8 milhões de euros, uma queda considerável face à temporada de 2018/19, quando o lucro líquido foi de 52,5 milhões de euros.

O total das receitas do clube na temporada anterior foi de 698 milhões de euros, uma queda face às receitas arrecadadas na temporada de 2018/19 (750,4 milhões), apesar de uma época de grande sucesso onde o Bayern de Munique conquistou todas as provas onde estava inserido, incluindo a Liga dos Campeões disputada em Lisboa.

No comunicado divulgado pelo clube bávaro, o diretor geral do clube, Karl-Heinz Rummenigge antecipou uma queda  de três dígitos das receitas do clube para a temporada 2020/21, caso os jogos continuem a ser disputados à porta fechada.

Recomendadas

“Criou-se um clima de ódio no futebol português por parte de alguns dirigentes”, defende CEO da SIGA

Emanuel Macedo de Medeiros, o português que lidera a Sport Integrity Global Alliance (uma coligação de integridade e boa governança no desporto, com mais de 100 parceiros internacionais) foi o convidado da última da edição do programa “Jogo Económico”, da plataforma multimédia JE TV, e abordou a génese dos problemas que se eternizam no futebol em Portugal e apontou caminhos.

PremiumGoverno quer criminalizar apoios ilegais a claques

Entre as medidas para combater a violência no desporto, o Executivo pondera ainda passar a considerar o crime de dano como crime público, agravar coimas e o reforço da figura de gestor de segurança.

Recordes em Inglaterra. Clubes gastaram mais de dois mil milhões no verão

O Chelsea foi o clube que mais gastou no último mercado de transferências, mas o jogador mais caro defende agora as cores do Manchester United.
Comentários