BCE injeta 100 milhões em bancos da zona euro

O Banco Central Europeu (BCE) informou que emprestou 98.421 milhões de euros a uma taxa de juro de 0,05% no último leilão semanal, mais do que os 98.189 milhões de euros da semana anterior. A entidade monetária concedeu crédito a 151 bancos da zona euro, que devem devolver o dinheiro ao BCE a 19 de […]

O Banco Central Europeu (BCE) informou que emprestou 98.421 milhões de euros a uma taxa de juro de 0,05% no último leilão semanal, mais do que os 98.189 milhões de euros da semana anterior.

A entidade monetária concedeu crédito a 151 bancos da zona euro, que devem devolver o dinheiro ao BCE a 19 de novembro.

No início de setembro, o BCE baixou a sua taxa de juro diretora de 0,15% para 0,05% e na reunião da passada quinta-feira decidiu mantê-la neste mínimo histórico.

O presidente do BCE, Mario Draghi, admitiu que poderão ser aprovados mais estímulos monetários, caso as medidas adotadas até agora pela instituição para impulsionar a economia da zona euro não sejam suficientes.

OJE/Lusa

Recomendadas

Ministra sinaliza que trabalhadores que recebem salário mínimo não terão perda de poder de compra em 2023

Vem aí uma “negociação intensa”, antecipou a ministra do Trabalho, à saída da reunião em que apresentou aos parceiros sociais as propostas do Governo para o acordo de rendimentos. Entre elas, está a vontade que o salário mínimo suba mais do que a inflação.

Fenadegas pede apoio para adegas cooperativas e produtores de vinho

A Fenadegas diz que “contrariamente às expetativas criadas, nas medidas anunciadas pelo governo para colmatar os efeitos negativos desta crise, não foi previsto nenhum apoio específico para os produtores de vinho e suas unidades de vinificação”.

Goldman Sachs prevê queda de 1% do PIB da zona euro até ao segundo trimestre

“Os sectores químico e automóvel da Alemanha confirmam que o ritmo de paralisações por causa do aumento dos custos de energia provavelmente acelerará”, reforçam os economistas do Goldman Sachs.