BCE reúne-se de urgência para discutir subidas das dívidas soberanas (com áudio)

Entre outras, a taxa de juro da dívida pública portuguesa tem vindo a subir e ultrapassou mesmo os 3% esta semana. Itália e Espanha atingiram máximos de oito anos esta semana.

O Banco Central Europeu (BCE) reúne-se hoje de urgência para discutir a subida das taxas de juro da dívida soberana na zona euro, revela hoje a “Reuters”.

A reunião vai ter lugar esta manhã pelas 10 horas de Lisboa, não sendo certo se vai ser publicado um comunicado.

“O Conselho de Governadores vai ter uma reunião esta quarta-feira para discutir as atuais condições de mercado”, disse um porta-voz da instituição de Frankfurt.

Tal como outras dívidas soberanas da zona euro, a taxa de juro da dívida pública portuguesa a 10 anos tem vindo a subir e ultrapassou os 3% na terça-feira, a mais elevada desde 2017.

Entre as preocupações dos governadores dos bancos centrais europeus, está a fragmentação no mercado da dívida soberana, tal como aconteceu em 2010/2011, com os juros a subirem nos países do sul, como Portugal, Grécia e Itália, e a manter-se relativamente estável nos países do norte da Europa.

O BCE anunciou na semana passada o fim do programa de compra de dívida em julho – o QE – que tem aguentado as taxas de juro das dívidas soberanas periféricas nos últimos anos.

Resta agora saber se o BCE pretende reativar o QE e mandar uma mensagem aos mercados ou se vai ativar outros programas como o OMT (Outright Monetary Transactions) ou o SMP (Securities Markets Programme).

Hoje, o o euro subiu 0,5% para 1,0487 face ao dólar. A dívida alemã, considerada um barómetro para a zona euro, atingiu hoje 1,77% o nível mais alto desde o início de 2014. A dívida italiana, por sua vez, subiu hoje 240 pontos base, a maior subida desde o início de 2020;  esta semana, o juro da dívida transalpina a 10 anos ultrapassou os 4%. Tanto a dívida espanhola como a italiana a 10 anos atingiram máximos de oito anos esta semana.

O encontro vai ter lugar no mesmo dia em que a Reserva Federal norte-americana deverá anunciar uma subida das taxas de juro em 75 pontos base.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

Corte das novas pensões antecipadas recua para 13,83% em 2023

As pensões antecipadas que vierem a ser iniciadas no próximo ano vão sofrer cortes menores do que este ano. Redução da esperança média de vida aos 65 anos causada pela pandemia explica esta evolução.

Sentimento económico na UE e zona euro aumentou pela primeira vez desde fevereiro

Por sua vez, o indicador de expectativas de emprego (EEI) aumentou (+1,4 pontos para 106,3 na UE e +2,0 pontos para 107,4 na área do euro) em novembro.
Comentários