BCP afunda 11% e castiga praça lisboeta

Os títulos do banco liderado por Nuno Amado estão a ser castigados pela saída do Sabadell do capital do banco.

Rafael Marchante/Reuters

O PSI 20 segue a perder 0,62% para os 4.608,60 pontos, o segundo dia de perdas. A penalizar os ganhos em Lisboa estão os títulos do BCP, que afundam 10,87%. O banco liderado por Nuno Amado comunicou hoje que o Banco Sabadell vai vender 38,6 mil milhões de ações do BCP, representativas de 4,08% do capital e votos.

Também o BPI, que negoceia sem tendência definida, irá realizar a sua Assembleia de accionistas. Os acionistas do BPI são hoje chamados a votar a venda de 2% do BFA por 28 milhões de euros à Unitel.
Na Europa, os principais índices seguem no verde, com o alemão Dax a valorizar 0,26%, o italiano MIB 0,58% e o Ibex 0,02%.

Os investidores europeus continuarão a focar-se no sector bancário italiano. Hoje de manhã foi anunciado que o Unicredit irá realizar um aumento de capital de 13 milhões de euros. Os títulos descem 0,83%, acompanhando as perdas do Monte dei Paschi, que desvalorizam 0,28%. O índice Stoxx 600 Banks cai 0,33%.

Destaque ainda para os índices japoneses, que valorizaram esta sessão, numa altura em que o Yen perde valor face ao dólar, na véspera do encontro da Reserva Federal Americana.

Já o euro deprecia 0,09% para os 1,0632 dólares.

No mercado das matérias-primas, depois de ontem ter batido máximo de quase dois anos, o preço do petróleo está a cair, com o Brent a perder 0,23% para os 55,56 dólares e o Crude desce 0,30% para os 52,67 dólares.

Relacionadas

Oficial: Sabadell vai vender 4,08% do BCP

O banco espanhol tem 38,6 milhões de ações do BCP à venda e mandatou o Citigroup.
Recomendadas

Cotação do barril Brent para entrega em novembro baixa para 87,96 dólares

A cotação do barril de petróleo Brent para entrega em novembro terminou esta sexta-feira no mercado de futuros de Londres em baixa de 0,73%, para os 87,96 dólares.

Wall Street encerra sessão com principais índices a perder mais de 1,50%

No momento de fecho o Dow Jones recua 1,71%para 28.725,84 pontos, o S&P 500 cede 1,51% para 3.585,40 pontos e o tecnológico Nasdaq desvaloriza 1,51% para 10.575,62 pontos. 

PremiumAções com pior mês desde junho e pode não ficar por aqui

Libra em forte desvalorização e juros da dívida do Reino Unido disparam após polémico “mini-orçamento” de Liz Truss.
Comentários