BCP, Altri e NOS mantêm bolsa de Lisboa no ‘verde’

O principal índice bolsista português soma 0,65%, para 4.733,20 pontos na manhã desta quarta-feira,

Brendan McDermid/Reuters

O principal índice bolsista português, PSI 20, soma 0,65%, para 4.733,20 pontos, na manhã desta quarta-feira, estando em linha com as principais praças europeias, que ontem estiveram maioritariamente pintadas de ‘vermelho’. No território nacional, o BCP, a Altri e a NOS seguem positivas, ao contrário da Galp Energia e da Sonae Capital. A marcar a sessão está a dúvida perante a decisão para as taxas de juro nos Estados Unidos.

“Uma leitura dovish do discurso de Powell, mas interpretada como uma forma de adaptar o ajuste da política monetária a uma fase mais avançada do ciclo e não a uma inversão do crescimento, poderia devolver alguma estabilidade ao mercado. Este é o fator irá determinar a evolução das bolsas nas próximas semanas”, assinalam os especialistas do Bankinter, em research de mercado.

“Este ano, a FED aumentou três vezes as taxas de juro e espera-se que hoje venha a aumentar novamente. 70% dos investidores acham que as taxas vão aumentar 0.25%, para o intervalo dos 2.25-2.50%. Como o mercado está bastante seguro deste último aumento do ano, o que vai tentar perceber são quais as projeções para o ano de 2019, através do dot plot“, explica a senior broker da XTB Carla Maia.

Na bolsa de Lisboa, o BCP 2,10%, para 0,23 euros. Por sua vez, a Altri cresce 1,63%, para 5,60 euros. A seguir esta tendência ‘verde’ encontra-se a NOS que valoriza 1,70%, para 5,38 euros. Já EDP cresce 1,63%, para 2,99 euros.

A Galp Energia desvaloriza 0,36%, para 13,75 euros e “continua a refletir a desvalorização do preço do petróleo no mercado internacional. Esta queda deve-se aos “receios de abrandamento económico global, com a consequente diminuição da procura e ao aumento da capacidade de produção dos EUA”, de acordo com a mesma analista.

As principais praças europeias seguem no ‘verde’. Na Alemanha, o DAX sobe 0,71%, no Reino Unido, o FTSE 100 cresce 0,94%, o francês CAC 40 valoriza 0,62%, o holandês AEX sobe 0,24%. Em Espanha, o IBEX35 ganha 1,04% e o italiano FTSE MIB cresce 1,67%.

A cotação do barril de Brent sobe ,41%, para 56,49 dólares, enquanto a cotação do crude WTI cresce 0,43%, para 46,80 dólares por barril.

No mercado cambial o euro valoriza 0,36%, para 1,14 dólares.

Recomendadas

Bitcoin alcança valor mais alto em uma semana e ultrapassa os 20 mil dólares

A criptomoeda subiu 5% esta terça-feira, acompanhada pela Ethereum, que subiu 4%, num dia de subidas generalizadas entre as criptomoedas.

Bolsa de Lisboa fecha em terreno positivo com Europa no ‘vermelho’

As cotadas da família EDP foram as únicas a terminar o dia em terreno negativo, com a EDP a perder 1,28%, nos 4,55 euros, e a EDP Renováveis a cair 0,92% para os 21,43 euros.

Wall Street abre a negociar no ‘verde’. Nasdaq que soma mais de 1,50%

A bolsa de Nova Iorque abre em “sintonia com o sentimento positivo nas congéneres europeias” fruto “da leitura preliminar das encomendas de bens duradouros”.
Comentários