BCP cai mais de 2% e pressiona Bolsa de Lisboa

As maiores quedas são registadas no BCP, na ordem de 2,40%, para os 1,1869 euros e na REN, com uma queda de 1,34%, para os 2,58 euros. Assim, a tendência da abertura mantém-se e segue a linha dos principais índices europeus.

A bolsa de Lisboa está a desvalorizar 0,36% no meio da sessão desta quarta-feira, para os 5.917,82 pontos, em linhas com os principais índices europeus. Entre as maiores perdas, destacam-se os títulos do BCP, que decrescem 2,40%, para os 1,1869 euros e os da REN, com uma queda de 1,34%, para os 2,58 euros.

Ainda assim, a maior variação de todas as cotadas ocorre na Mota-Engil, com uma subida na ordem de 3,97%, para os 1,466 euros, que atenua a queda do índice da bolsa de Lisboa.

Na Europa, os principais índices estão também, todos eles, no ‘vermelho’. O DAX (Alemanha) cai 0,38% para 15.035,75 pontos, CAC 40 (França) decresce 0,29% para 7.029,17 pontos, o IBEX 35 (Espanha) desvaloriza 0,20% para 8.948,89 pontos e o FTSE 100 (Reino Unido) cai 0,12% para os 1.252,2 pontos.

O sector tecnológico está entre os mais penalizados, depois de ontem, após o fecho de Wall Street, a Microsoft e a Texas Intruments terem deixado “algumas cautelas” no Outlook, de acordo com o analista de mercados, Ramiro Loureiro, do Millenium BCP. Por outro lado, empresas ligadas ao ramo militar, como a Rheinmetall e a Leopard estão a ter um “bom desempenho”, relacionado com o acordo estabelecido entre Alemanha e Ucrânia para novo envio de tanques militares, com o propósito de serem utilizados na guerra com a Rússia.

Por outro lado, em alta está o valor a que tem sido negociado o petróleo, com o barril a valorizar 0,15%, para os 86,26 euros. O custo do barril de crude apresenta também uma subida, na ordem de 0,25%, para os 80,31 euros.

O índice do Euro face ao dólar está em queda, na ordem dos 0,11%, para os 118,83 pontos.

 

Notícia atualizada com o acordo para o envio de tanques à Ucrânia às 13h17

Relacionadas

PSI abre sessão no ‘vermelho’ em manhã mista na Europa. BCP e Greenvolt são as cotadas que mais penalizam

O índice português é penalizado, esta manhã, sobretudo pelo BCP, que cai 1,20% para 0,1892 euros, seguido da Greenvolt, que recua 0,73% para 8,12 euros.
Recomendadas

PremiumBancos centrais elevam praças acionistas

As reuniões dos principais bancos centrais criaram otimismo nos mercados financeiros esta semana.

Wall Street fecha no ‘vermelho’ depois de conhecidos dados do emprego

Os Estados Unidos da América criaram 517 mil empregos em janeiro bem acima do projetado.

PremiumNovo embargo à Rússia com impacto no preço do gasóleo na bomba

Um quarto do gasóleo consumido na Europa continua a vir da Rússia, mas a partir de 5 de fevereiro entra em vigor novo embargo. Analistas apontam que preços na bomba estão em risco de sofrer aumentos.
Comentários