BCP e Mota-Engil impulsionam PSI 20 na abertura da sessão

Praça lisboeta abriu a sessão a descer 0,51%, para 4.644,85 pontos nesta sexta-feira, seguindo a tendências das suas congéneres europeias.

Benoit Tessier / Reuters

O principal índice bolsista português, PSI 20, iniciou a sessão desta sexta-feira a valorizar 0,51%, para 4.644,85 pontos, seguindo a tendências das suas congéneres europeias.

A fazer crescer o PSI 20 estão entre as principais cotadas portuguesas o BCP que sobe 1,66%, para 0,11 euros, a Mota-Engil que dispara 5,26%, para 1,32 euros e a Navigator que valoriza 2,88% para 2,43 euros.

A negociar com sinal ‘vermelho’ estão neste início de sessão a EDP que cai 0,34%, para 4,37 euros, a EDP Renováveis que desce 0,32%, para 12,52 euros e a Corticeira Amorim que desvaloriza 0,01%, para 9,43 euros.

“As principais bolsas europeias abrem a última sessão da semana em alta, após as quedas de ontem dos dois lados do atlântico (o índice americano Dow Jones foi a exceção). Destaque para o pedido da Comissão Europeia para que os Estados membros reabram totalmente todas as fronteiras internas até ao final deste mês (comissária da UE Ylva Johansson em declarações ao jornal Sueddeutsche Zeitung)”, refere Ramiro Loureiro, analista de mercados do Millenium investment banking.

Na Alemanha, o DAX cresce 1,18%, no Reino Unido, o FTSE 100 sobe 0,86%, o francês CAC 40 valoriza 1,71%, o holandês AEX cresce 1,13%. Em Espanha, o IBEX35 valoriza 2,37% e o italiano FTSE MIB avança 2,20%.

A cotação do barril de Brent valoriza 1,05%, com valor de 40,41 dólares, enquanto a cotação do crude WTI cresce 0,61%, para 37,65 dólares por barril.

No mercado cambial o euro valoriza 0,26%, para 1,13 dólares.

Recomendadas

PremiumReserva Federal penaliza mercados

A postura mais ‘hawkish’ do que o esperado do banco central norte-americano empurra os mercados para perto de mínimos do ano.

Wall Street encerra semana com principais índices a perder mais de 1,50%

O Dow Jones encerrou o dia a ceder 1,62% para 29.590,41 pontos, o S&P500 a perder 1,67% para 3.695,10 pontos e o tecnológico Nasdaq a recuar 1,80% para 10.867,93 pontos.

Euro e libra recuam para mínimos de décadas face ao dólar

O euro e a libra terminaram hoje a semana a recuar para mínimos de décadas face ao dólar, com as moedas europeias pressionadas por receios de recessão e o dólar a beneficiar do estatuto de ativo seguro.
Comentários