BCP escolhido como melhor banco português para finanças sustentáveis

“Ainda há muito a fazer nesta área [da sustentabilidade], mas este é – certamente – um excelente incentivo”, diz o CEO do BCP, Miguel Maya.

Cristina Bernardo/JE

O Millennium bcp foi distinguido pela revista Global Finance como melhor banco para finanças sustentáveis (Best Bank for Sustainable Finance) em Portugal para 2022.

“Esta distinção reconhece a liderança mundial, regional e local em finanças sustentáveis, do ponto de vista do financiamento de iniciativas concebidas para mitigar os impactos negativos das alterações climáticas, bem como para ajudar a construir um futuro mais sustentável para a Humanidade”, refere a instituição.

“A Sustentabilidade é já um dos fatores mais relevantes na afirmação de uma marca, pois espelha a preocupação da organização com os compromissos de prosperidade e sustentabilidade que assume com as comunidades que serve e com a sustentabilidade do planeta. Ser distinguido no campo das finanças sustentáveis por parte da Global Finance é algo de que o Millennium bcp e os seus profissionais se devem orgulhar”, refere Miguel Maya, CEO do BCP.

“Este prémio revela também o empenho na redução da nossa pegada ecológica, mas acima de tudo o papel que estamos a assumir na inovação e disponibilização de soluções e produtos aos Clientes, contribuindo proactivamente para o conhecimento dos riscos específicos e de transição e, dessa forma, desempenhando uma função relevante no combate às alterações climáticas e na melhoria da qualidade de vida das pessoas. Ainda há muito a fazer nesta área, mas este é – certamente – um excelente incentivo”, concluiu o CEO.

Recomendadas

Banco BAI viu lucros em Cabo Verde aumentarem 384% em 2021

O BAI Cabo Verde, participado também pela petrolífera Sonangol, registou um resultado líquido superior a 150,2 milhões de escudos (1,3 milhão de euros).

Banco de Fomento aprova candidaturas ao programa de recapitalização no valor de 77 milhões de euros

Estas são as primeiras operações ao abrigo do programa criado no contexto do Plano de Recuperação e Resiliência “para ajudar a reforçar o capital e a solvência de empresas viáveis”.

Miguel Raposo Alves é o novo CEO do angolano Millennium Atlântico

Além de Miguel Raposo Alves, que assume o cargo de presidente da comissão executiva, o banco passa a contar com Mauro Santos Neves enquanto administrador executivo e com José Carlos Burity na qualidade de administrador independente, não executivo.
Comentários