BdP quer apresentar no início de 2015 informação a interessados no Novo Banco

O Banco de Portugal (BdP) espera apresentar “no início de 2015” uma pasta com informação “aos potenciais” interessados na compra do Novo Banco. “É esperado que, no início de 2015, seja distribuído um dossiê de informação aos potenciais adquirentes, para que possam apresentar as suas propostas de aquisição”, diz a entidade numa nota enviada à […]

O Banco de Portugal (BdP) espera apresentar “no início de 2015” uma pasta com informação “aos potenciais” interessados na compra do Novo Banco.

“É esperado que, no início de 2015, seja distribuído um dossiê de informação aos potenciais adquirentes, para que possam apresentar as suas propostas de aquisição”, diz a entidade numa nota enviada à comissão parlamentar de inquérito à gestão do Banco Espírito Santo (BES) e do Grupo Espírito Santo (GES), a que a agência Lusa teve acesso.

A entidade liderada por Carlos Costa assinala também que espera iniciar até ao final do ano o “processo de contacto ativo com potenciais interessados para aferir do seu interesse em encetar negociações”.

O banco central sinaliza ainda que o processo de venda do Novo Banco “será desenvolvido com observância dos princípios de transparência e tratamento equitativo dos interessados”.

Esta semana, ouvido no parlamento na comissão de inquérito, o governador do BdP havia já revelado que espera que as ofertas indicativas para a compra do Novo Banco cheguem no começo do próximo ano e as vinculativas entre abril e “meio do segundo trimestre”.

Carlos Costa disse haver “indicação de que há interessados”, acrescentando que, se for encontrada uma solução na qual seja garantida, por exemplo, a “concessão de crédito necessária” à economia, ter-se-á “passado ao lado de uma tempestade”.

O governador reconheceu ainda que pode ser feito um “pequeno desconto” na venda do banco face ao dinheiro injetado pelo Fundo de Resolução (4,9 mil milhões de euros).

OJE/Lusa

Recomendadas

Itália. UE quer novo governo a cumprir programa económico para receber mais financiamento

A Comissão Europeia indica que Itália já atingiu 45 metas nos planos de reforma que incluem áreas como o ensino e saúde, de forma a poder receber mais 21 mil milhões de euros em fundos de recuperação pós-pandemia.

Inflação. Centeno aponta para preços mais altos e menos temporários que esperado

O governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, admitiu hoje que a inflação vai ser mais elevada e menos temporária, apontando para uma revisão em alta da taxa nas próximas projeções do banco central.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.