BEI e Santander Totta têm 500 milhões para PME e mid-caps

O Banco Europeu de Investimento (BEI) concedeu ao Banco Santander Totta um empréstimo de 500 milhões de euros para financiar projetos de pequena e média dimensão realizados por PME e empresas de média capitalização (mid-caps). O acordo respeitante à primeira tranche do empréstimo, no montante de 200 milhões de euros, foi hoje assinado em Lisboa […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O Banco Europeu de Investimento (BEI) concedeu ao Banco Santander Totta um empréstimo de 500 milhões de euros para financiar projetos de pequena e média dimensão realizados por PME e empresas de média capitalização (mid-caps).

O acordo respeitante à primeira tranche do empréstimo, no montante de 200 milhões de euros, foi hoje assinado em Lisboa por Román Escolano, vice-presidente do BEI, e por António Vieira Monteiro, presidente da comissão executiva do Banco Santander Totta.

As PME (empresas com menos de 250 trabalhadores) e as mid-caps (empresas com um máximo de 3 000 trabalhadores) de uma vasta gama de setores produtivos terão acesso a este financiamento “com taxas de juro e prazos favoráveis para os seus investimentos e fundo de maneio”.

Em comunicado de imprensa, o Santander Totta explica que “o empréstimo servirá para financiar investimentos promovidos por PME e mid-caps, que desenvolvam projetos elegíveis em diferentes setores da indústria e dos serviços”. Adianta que a maioria dos projetos elegíveis para financiamento será localizada em Portugal, e cerca de 80 % dos fundos serão afetados a investimentos em regiões de convergência.

Trata-se da quarta operação deste tipo realizada com o Banco Santander Totta no quadro da política do BEI de apoiar as pequenas e médias empresas como meio fundamental para promover o crescimento sustentável e o emprego.

OJE

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

BCE alerta que irá ter prejuízos em 2022 por causa de uma década de política monetária expansionista

O BCE explicou que os prováveis prejuízos em 2022 se devem à subida das taxas de juro que vai aumentar a remuneração dos 5 biliões de euros que os bancos comerciais têm depositados nos bancos centrais.

Business Roundtable crítica complexidade da redução do IRC para aumentos salariais em 2023

A Associação Business Roundtable Portugal (BRP), constituída por empresas e grupos empresariais relevantes em Portugal e liderada por Vasco de Mello, fez um comentário ao Orçamento do Estado para 2023. O destaque vai para as críticas à complexidade do incentivo no IRC às empresas que aumentem os salários.