Beja: PSD vê com “muita preocupação” redução das medidas agroambientais do PDR 2020

E questionam: “É assim que se promove a protecção do ambiente e apoia a agricultura em regiões desfavorecidas?”.

A Comissão Politica Distrital do Partido Social Democrata (PSD) vê com “muita preocupação” a informação do Ministério da Agricultura no que concerne à redução das medidas agroambientais no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) previsto para a campanha agrícola de 2020/2021.

Em comunicado, o PSD de Beja diz que a maioria dos agricultores portugueses e a grande parte deles com explorações em regime de sequeiro, candidatam-se a várias medidas no sentido de garantirem a sustentabilidade das suas explorações, entre as quais, Modo de Produção Biológico, Manutenção das Raças Autóctones, Modo de Produção Integrada, Apoios Zonais (Rede Natura), sementeira directa, rega eficiente, entre muitas mais, incluindo também medidas silvo-ambientais.

Pode continuar a ler o artigo aqui.

Recomendadas

Confederações agrícolas unem-se contra extinção das direções regionais do sector

Em comunicado conjunto enviado esta quarta-feira às redações, AJAP, CAP, CNA e Confagri referem que o entendimento “unânime” é de que a decisão é “altamente lesiva” para o sector agrícola. No documento, apela-se a que o Governo volte atrás na decisão, de forma imediata e inequívoca.

Novo regulamento para a descarbonização do transporte marítimo já entrou em vigor

As alterações em causa, que visam a prevenção da poluição atmosférica por navios, dizem respeito ao Anexo VI da Convenção Internacional para a Prevenção da Poluição por Navio (MARPOL). Medidas entraram em vigor no dia 1 de novembro.

Expo Fish regressa a Portugal na próxima semana para promover as atividades ligadas ao mar

Está confirmada a presença de pelo menos 75 empresas, provenientes de 37 mercados internacionais. Foram solicitadas mais de 175 reuniões, segundo informa a organização em comunicado.
Comentários