Beja vai ter Museu da Banda Desenhada

Beja é um dos principais centros difusores da Banda Desenhada no nosso país e por isso, o município alentejano decidiu apostar na criação de um museu que confirme a vocação da cidade nesta arte.

A existência da Bedeteca e do Festival Internacional de BD, reconhecido um pouco por toda a Europa, fazem de Beja um dos principais centros desta arte em Portugal.

Desta forma, a Câmara Municipal de Beja vai criar o Museu de Banda Desenhada num edifício do município em pleno Centro Histórico.

A criação deste equipamento, que acolherá a Bedeteca de Beja, integra a estratégia de promoção, dinamização e valorização económica do Centro da cidade. Um espaço que permita fazer um percurso pela História da Banda Desenhada Portuguesa, de 1850 até à atualidade, tendo ao dispor dos visitantes várias obras originais e uma forte componente multimédia, promovendo desta forma a banda desenhada entre todos os públicos.

O Museu de Banda Desenhada terá também vários ateliês, espaços de trabalho e galerias de exposições temporárias, entre outras valências.

Recomendadas

Desafios tecnológicos, burocracia, renováveis e perda de água em debate

A transição energética em Portugal e na Europa esteve em debate na conferência do sexto aniversário do Jornal Económico.

Equinix cria fundo solidário de 50 milhões para promover a inclusão digital

A empresa de tecnologia norte-americana criou uma nova estrutura de apoio educativo. O conselho de administração da fundação irá, todos os anos, determinar o montante de doações da fundação, de modo a cobrir a concessão de contribuições ou a correspondência com as ofertas dos colaboradores.

Transição energética não pode ser feita sem as pessoas

Empresas do sector energético destacam a importância das pessoas nos seus projetos. A transição não pode ser feita sem o envolvimento das populações locais e sem a conversão de postos de trabalho.
Comentários