Belcanto de José Avillez vê confirmada a segunda estrela Michelin

O restaurante lisboeta acaba de ver confirmada a segunda estrela Michelin pelo Guia Michelin, na edição Espanha & Portugal 2022. A notícia foi recebida com satisfação por José Avillez e pela sua equipa.

O Belcanto, em Lisboa, acaba de ver confirmada a segunda estrela Michelin pelo Guia Michelin, na edição Espanha & Portugal 2022.

A notícia foi recebida com satisfação por José Avillez e pela sua equipa. “A confirmação desta distinção atribuída pelo Guia Michelin ao Belcanto deixa-nos satisfeitos. Apesar das dificuldades e preocupações que temos vivido por causa da pandemia, a equipa tem-se mantido unida e com muita vontade de continuar a dar o seu melhor. Esta distinção confirma o reconhecimento do trabalho feito no momento em que nos preparamos para comemorar os 10 anos do Belcanto e incentiva-nos a continuar”, afirma José Avillez em comunicado.

“Ver o nosso esforço reconhecido é importante para a equipa e também para a gastronomia portuguesa.”, acrescenta.

O Guia Michelin utiliza um conhecido e prestigiado sistema de estrelas para avaliar os melhores restaurantes e hotéis de todo o mundo. Os critérios de avaliação dos restaurantes são cinco: a qualidade dos produtos, a mestria na preparação, a personalidade da cozinha, o valor da experiência e a consistência do que é oferecido.

Uma estrela Michelin significa que o restaurante é considerado muito bom, duas estrelas Michelin confirmam a excelência da cozinha, assinalando que é merecido um desvio na viagem para visitar o restaurante; três estrelas assinalam uma cozinha excecional, que justifica a realização de uma viagem para conhecer o restaurante.

O Belcanto foi reconhecido em 2012 e 2014 com a primeira e segunda estrela Michelin, respectivamente.

Neste restaurante José Avillez oferece uma cozinha portuguesa revisitada, num ambiente sofisticado e muito confortável, que nos faz viajar do romantismo do antigo Chiado até ao futuro. Num espaço cheio de detalhes, onde a arte e as memórias marcam presença, proporciona-se uma viagem gastronómica e sensorial absolutamente única. José Avillez e a sua equipa consideram a cozinha uma forma de expressão. Partilham as suas inspirações, emoções e inquietações através de representações e ilusões culinárias. Cada prato conta uma história e tem como principal objetivo emocionar quem o aceita provar.

José Avillez
Recomendadas

Exposição no Museu da Marinha celebra a amizade entre Alberto I do Mónaco e Dom Carlos I

No âmbito das comemorações do centenário do desaparecimento do Príncipe Alberto I do Mónaco, o Museu de Marinha de Lisboa irá acolher uma exposição organizada pelo Comité Albert Ier – 2022. Estará patente ao público a partir de dia 15. A inauguração, na véspera, conta com a presença do atual Príncipe do Mónaco, Alberto II.

“Trair e Coçar é só começar” vai ter dois ensaios solidários

O público português tem a oportunidade de assistir aos últimos ensaios antes da grande estreia e apoiar, assim, duas associações de solidariedade.

PremiumPara saudar o regresso de um majestoso Jaen

Serve este texto para saudar a aposta de um produtor do Dão, a Caminhos Cruzados, integrada há cerca de dois anos no grupo da Quinta da Pacheca (no Douro), na comercialização de um monovarietal de uma das castas mais singulares que se produzem em Portugal: a Jaen (Mencia, em Espanha). Há quem diga que em relação à Jaen, ou se ama ou se detesta.
Comentários