Benfica nega manipulação de resultados e vai acionar judicialmente responsáveis por calúnia

Liga Portuguesa de Futebol Profissional também reagiu e assumiu “total confiança” nos clubes mediante as suspeitas de manipulação de resultados, nomeadamente do encontro entre Rio Ave e Benfica, da I Liga de 2015/16.

Foto cedida

O Benfica disse hoje desconhecer totalmente a existência de uma investigação da Polícia Judiciária (PJ) sobre uma alegada manipulação de resultados, negou o envolvimento do clube e assegurou responsabilizar judicialmente os autores “desta calúnia”.

O jornal Correio da Manhã, na sua edição de hoje, noticia que a PJ está a investigar a possibilidade de ter havido manipulação do resultado da visita dos ‘encarnados’ a Vila do Conde, em 24 de abril de 2016, a contar para a 31.ª jornada da edição de 2015/16 da I Liga e que o Benfica venceu por 1-0, com um golo do mexicano Raúl Jimenez, aos 73 minutos.

“O Sport Lisboa e Benfica desconhece totalmente a existência deste processo”, refere o clube ‘encarnado’, que “nega qualquer envolvimento do clube nesta situação e garante que todos os responsáveis pela promoção e divulgação desta calúnia serão responsabilizados criminalmente”.

Para o emblema lisboeta, “esta notícia insere-se numa vasta campanha que foi montada de forma a levantar suspeitas, denegrir a imagem do Sport Lisboa e Benfica e o mérito das suas vitórias desportivas, de uma forma até um pouco tosca, em que os próprios factos e envolvidos são criados mesmo que nem estivessem a jogar nos clubes adversários e essas histórias antecipadas nas redes sociais associadas a clubes rivais, provando a origem destas denúncias anónimas”.

O Benfica refere que “basta uma investigação mais cuidada para se provar a falsidade desta denúncia”, dada a ausência de dois dos quatro jogadores evocados “e os outros dois foram curiosamente apontados pela generalidade da crítica como dos melhores em campo por parte do Rio Ave”.

“O Sport Lisboa e Benfica espera que as autoridades e a justiça desenvolvam o seu trabalho para o rápido e cabal esclarecimento de mais esta manipulação. Podem estar certos que, uma a uma, todas estas situações terão uma forte resposta por parte do Sport Lisboa e Benfica, que irá até às últimas consequências para desmontar toda esta campanha de cabalas e responsabilizar os seus autores”, remata o clube.

No seguimento das mesmas notícias, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) assumiu hoje “total confiança” nos clubes mediante as suspeitas de manipulação de resultados, nomeadamente do encontro entre Rio Ave e Benfica, da I Liga de 2015/16.

“Este e qualquer processo judicial está em segredo de justiça, o que leva a LPFP a ter que aguardar pelo desenrolar e conclusão do mesmo. Por este motivo, e como é óbvio, a LPFP não se intromete e aguarda que tanto os órgãos de polícia criminal como os da disciplina desportiva atuem e decidam, colocando-se à disposição para eventuais esclarecimentos ou ajudas que os mesmos entendam ser necessários”, lê-se num comunicado emitido hoje pelo organismo.

Relacionadas

O que dizem os jornais este sábado?

Conheça aqui os principais títulos do dia.

Benfica vai responsabilizar judicialmente quem aceder e divulgar os seus emails

‘Águias’ anunciaram hoje que vão responsabilizar judicialmente quem aceder e divulgar os seus emails confidenciais, denunciado que a inoperância das autoridades competentes provocou um sentimento de impunidade.

Benfica entre as dez piores equipas de sempre da Champions

Equipa de Rui Vitória somou zero pontos. Foi a pior nesta época e a nona pior da história da Liga dos Campeões.
Recomendadas

Portugal goleia em Praga e assume liderança do Grupo A2 da Liga das Nações

Portugal venceu este sábado a República Checa por 4-0, numa partida em Praga.

Emitido mandado de detenção para Vale e Azevedo

O Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa emitiu hoje um mandado de detenção para o antigo presidente do Benfica João Vale e Azevedo, alegando que se recusa a comparecer perante o juiz.

Instituto do Desporto e Juventude tem 33 recomendações para a redução do consumo energético e hídrico

O organismo deu a conhecer formas de minimizar o consumo nas instalações desportivas. Desde a instalação de sensores de presença à instalação de bombas de calor, tudo conta para reduzir.
Comentários