Benfica SAD garante princípio de acordo pelo argentino Enzo Fernández. Transferência pode chegar aos 18 milhões de euros (com áudio)

Este acordo com o River Plate abrange 75% do passe futebolístico de Enzo Fernández, sendo que o montante fixo desta transferência será de 10 milhões de euros “ao qual poderá acrescer um valor variável de oito milhões de euros.

Lusa

A Benfica SAD comunicou esta quinta-feira ter chegado ao princípio de acordo com o clube argentino River Plate para a transferência do médio Enzo Fernández por um valor que pode atingir os 18 milhões de euros.

Este acordo com o River Plate abrange 75% do passe futebolístico de Enzo Fernández, sendo que o montante fixo desta transferência será de 10 milhões de euros “ao qual poderá acrescer um valor variável de oito milhões de euros.

Enzo Fernández tem 21 anos, ocupa a posição de médio centro e tinha contrato com o River Plate até 2025. De acordo com o site “Transfermarkt”, o passe do atleta está avaliado em 15 milhões de euros.

Esta temporada, e em todas as competições em que está envolvido, o médio argentino leva 2050 minutos jogados pelo River Plate, dez golos marcados e seis assistências.

Leia aqui o comunicado na íntegra da Benfica SAD na CMVM:

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD (“Benfica SAD”) informa chegou a um princípio de acordo com o River Plate para a aquisição dos direitos desportivos e de 75% dos direitos económicos do jogador Enzo Fernández, pelo montante de € 10.000.000 (dez milhões de euros), ao qual poderá acrescer um valor variável de € 8.000.000 (oito milhões de euros).

Recomendadas

Marques Mendes. Pilotos da TAP estão a ameaçar fazer “uma greve completamente imoral”

“Ainda por cima, falando de pilotos, falamos dos trabalhadores mais bem pagos em Portugal. Não apenas na TAP. Mas em todo o país”, disse Marques Mendes.

Ryanair desvaloriza impacto da greve do seu pessoal de cabine, falando em “perturbações menores”

“Menos de 2% dos 9.000 voos da Ryanair previstos para este fim de semana (24/25 e 26 de junho) foram afetados por greves menores e com pouco apoio das tripulações de cabine”

França pondera reabrir uma central de carvão devido à guerra na Ucrânia

A central a carvão em causa é a de Saint-Avold, na fronteira norte com a Alemanha. A ideia é a de reabrir a central provisoriamente, no próximo inverno.
Comentários