Binance cria cartão bancário especial para refugiados ucranianos com carregamentos de 75 dólares/mês

Para conseguir este cartão, os refugiados têm de ser verificados como tal por organizações locais sem fins lucrativos.

Vadim Artyukhin/Unsplash

Depois de ter criado a campanha de donativos Humanity First – Ukraine Emergency Relief Fund, a Binance tem uma nova iniciativa relacionada com o conflito no Leste europeu.

Desta vez, a plataforma de blockchain criou um cartão bancário especial para refugiados ucranianos que já tinham conta na Binance, mas que também pode ser pedido por novos utilizadores.

O objectivo é permitir a estes cidadãos deslocados «fazer ou receber pagamentos de criptomoedas e realizar compras em quaisquer retalhistas Zona Económica Europeia que aceitem pagamentos com cartões».

Este cartão será carregado com um donativo de 75 BUSD (Binance US dolars – cerca de 65 euros) por mês, durante os próximos três meses, «de acordo com os níveis de doação recomendados pela Agência das Nações Unidas para os Refugiados», diz a Binance.

Para conseguir este cartão, os refugiados têm de ser «verificados como tal por organizações locais sem fins lucrativos» e usar a sua conta para fazer o pedido; aqui, devem usar a sua morada original na Ucrânia.

«Num momento tão difícil para a Ucrânia, é claro que as criptomoedas são úteis, pois oferecem uma forma rápida, barata e segura de transferir fundos para ajudar as pessoas nas suas necessidades financeiras urgentes”, disse Helen Hai, directora da Binance Charity.

PCGuia
Recomendadas

CEO da Microsoft destaca plataforma para ajudar a Ucrânia criada por português

Satya Nadella diz que o “Ukraine Live Aid”, para prestar apoio aos refugiados ucranianos, foi um dos trabalhos “significativos” e “muito necessários” que feitos com as Power Pages da Microsoft.

Há mais de 800 profissionais certificados em tecnologia Salesforce em Portugal

O ecossistema de parceiros nacionais da empresa norte-americana aumentou 46% no último ano.

IA e IoT: que futuro tem a área em Portugal?

Com 650 milhões em investimento destinados à transição digital previstos no PRR, como estão as empresas portuguesas a adotar a Inteligência Artificial? Saiba mais na JE Talks desta quinta-feira, às 14h30.
Comentários