Binter e Embraer fecham compra de cinco novas aeronaves por mais de 369 milhões de euros

As duas primeiras unidades estão previstas para chegar às Ilhas Canárias em novembro de 2023.

A companhia aérea Binter assinou com a fabricante aeronáutica Embraer a compra de cinco aeronaves E195-E2 por mais de 389 milhões de euros (369 milhões de euros).

Segundo o novo coordenador geral da empresa, Santiago Guerra o acordo fechado supera os 389 milhões de dólares e as duas primeiras unidades estão previstas para chegar às Ilhas Canárias em novembro de 2023. “Um mês depois, em dezembro, receberá os outros dois e o último, em abril de 2024”, indicou.

“A experiência adquirida ao longo dos anos confirma a excelente avaliação que os nossos clientes fazem deste modelo de aeronave, que se enquadra muito bem nas rotas mais longas e de maior volume de passageiros da Binter, e a chegada de novos motores a jato vai permitir-nos alargar a oferta de rotas e destinos que temos agora”, destacou Santiago Guerra.

Em comunicado, a Binter também adianta que “o E195-E2 é a maior e mais moderna aeronave da família E-Jet E2 de jatos comerciais bimotores de médio alcance, e eles foram encomendados na mesma configuração especial de 132 assentos em classe única que permite uma distância confortável entre passageiros de 79 centímetros”.

“Os E-Jets E2 são jatos de corredor único que se destacam pela redução de ruído e por serem limpos e eficientes, apresentando melhorias significativas, não apenas no consumo de combustível, mas também nos custos de manutenção”, acrescenta a empresa.

 

Recomendadas

Dinamarquesa Eurowind Energy investe mais de 400 milhões de euros em Portugal

A multinacional dinamarquesa Eurowind Energy, que inaugurou esta terça-feira o segundo parque solar de produção de eletricidade do país, quer investir até ao fim desta década mais de 400 milhões de euros em Portugal.

Oito empresas portuguesas no index de igualdade de género da Bloomberg

Em análise estiveram cinco aspetos, desde a capacidade de liderança de talentos até às medidas contra o assédio sexual em ambiente profissional.

EBA lança teste de stress de 2023 para a banca e usa o mais severo de sempre dos cenários adversos

O teste de stress a nível da UE será conduzido numa amostra muito maior em comparação com anos anteriores, abrangendo 70 bancos da UE e 75% do total dos activos bancários na UE. Em termos de queda do PIB, o cenário adverso de 2023 é o mais severo utilizado até à data em toda a UE nos testes da banca.
Comentários