Biometria e Internet das Coisas continuarão a marcar segurança em 2019

Da empresa à casa, da vida profissional ao âmbito privado e pessoal, estamos permanentemente conectados.

O Exclusive Group anunciou algumas das que são as tendências na área de cibersegurança para 2019. A Internet of Things (IoT) e os sistemas de acesso biométrico, hoje em uso mais alargado a nível global, são cada vez mais permeáveis a ataques cibernéticos. Medidas de segurança devem ser implementadas e, acima de tudo, mantidas.

À medida que as empresas e os negócios se tornam mais digitais, em que até nas nossas casas os electrodomésticos estão ligados à Internet, e no nosso dia-a-dia interagimos com os smartphones e os smartwatches através das nossas impressões digitais ou da biometria, “o risco cibernético acresce e o próprio CIO ganha uma relevância maior, para maior suporte nas medidas a serem desenvolvidas, e para a tomada de escolhas e de riscos calculados”.

Da empresa à casa, da vida profissional ao âmbito privado e pessoal, estamos permanentemente conectados, e as chamadas ‘portas de entrada’ multiplicam-se exponencialmente. As empresas devem estar atentas e sensíveis a estas ameaças para responderem atempadamente com planos e estratégias que reduzam este risco.

De acordo com declarações de Elizabeth Alves, sales manager da Exclusive Networks em Portugal, “o crescimento tecnológico que temos assistido nos últimos anos, é benéfico aos mais variados níveis, e faz parte da evolução das sociedades, contudo é premente a necessidade de novas e eficientes medidas de segurança cibernética, que permitirão a empresas, particulares e até mesmo às sociedades, de se manterem imunes às ameaças”.

PCGuia
Recomendadas

Receitas das estações de serviço na Ibéria cresceram 29% em 2021 devido à subida dos preços

De acordo com a análise que a Informa D&B realizou a este setor, em 2021 o mercado ibérico registou um aumento significativo de 10,6% face a 2020 no volume das vendas de gasolina e gasóleo, que corresponde a 38,30 milhões de toneladas de combustível.

Dona da Betano celebra primeiro ano da TechHub de Lisboa com reforço das equipas

O Tech Hub da Kaizen Gaming em Lisboa já emprega trinta pessoas e o objetivo passa por continuar a crescer no mercado português. Nesse sentido, serão abertas vagas para diversas funções.

PremiumFintech House muda de sede para duplicar número de startups

‘Joint venture’ da associação Portugal Fintech e da rede de espaços de trabalhos partilhados Sitio investiu perto de um milhão de euros na mudança do edíficio na Praça da Alegria para o da Avenida Duque de Loulé, com dez pisos e mais de 2 mil metros quadrados.
Comentários