Bitcoin atinge novo recorde e aproxima-se dos 20 mil dólares

Criptomoeda supera a fasquia dos 19.500 dólares por unidade. Valorização tem lugar um dia depois da estreia da Bitcoin na negociação no CME Group.

A bitcoin ultrapassou esta segunda-feira um novo recorde ao superar a barreira dos 19.500 dólares por unidade. A valorização da criptomoeda acontece um dia depois de esta se ter estreado a negociar no CME Group, onde os contratos são mais valiosos do que os da Chicago Cboe Global Markets, onde a bitcoin também já negocia.

“O lançamento dos futuros de bitcoin no CME representa um passo decisivo para a ‘financiarização’ da criptomoeda”, afirma Daniele Bianchi, professora de Finanças da Warwick Business School. “O CME Group é um player muito maior do que o Cboe e vai permitir aos investidores institucionais assumir posições para a cobertura contra as variações de preços”.

Além disso, Daniele Bianchi nota que “embora o entusiasmo geral seja evidente, o mercado permanece cauteloso e isso refletiu-se nos requisitos de contratos”. Ao contrário do que aconteceu com a estreia da bitcoin na Cboe Global, em que na primeira hora as transações chegaram às 570, a entrada da bitcoin no CME Group deu origem a 221 transações nos primeiros 60 minutos.

Daniele Bianchi chama a atenção para o facto de estes contratos da CME serem cinco vezes mais valioso do que os da Cboe e daí que o custo seja também superior. Ainda assim, a professora da Warwick Business School acredita que “o crescimento contínuo da bitcoin provavelmente receberá maior impulso dada a exposição ao ativo principal”.

Relacionadas

“Quem investe em bitcoin, deve estar preparado para perder todo o dinheiro”

O regulador do Reino Unido alertou para os riscos das criptomoedas, tal como a comissão portuguesa também fez.

Reguladores alertam para os riscos das moedas tipo bitcoins

Embora não haja evidência atual da materialização desses riscos no mercado de valores mobiliários português, a CMVM está trabalhar (inclusive com suas contrapartes) para garantir que as Fintech trabalham no melhor interesse dos consumidores de serviços financeiros, diz o relatório “Risk Outlook”

Empresa japonesa pagará parte dos salários em bitcoin

Medida entrará em vigor em fevereiro, e os trabalhadores da GMO poderão receber entre cerca de 74 euros e 748 euros na criptomoeda.

Respostas Rápidas: O que é preciso saber sobre a entrada da bitcoin em bolsa

A criptomoeda começou este domingo à noite a negociar no mercado de futuros de Chicago e está prestes a entrar em outras duas bolsas. Veja aqui as implicações e mudanças que Wall Street vai trazer à bitcoin.

Bitcoin dispara mais de 25% no dia de estreia em bolsa

Os futuros da criptomoeda chegaram a disparar 25% para os 18.500 dólares ao início da manhã, obrigando a gestora deste mercado a suspender por duas vezes a cotação para aliviar a volatilidade.
Recomendadas

Wall Street fecha com perdas à espera de novos dados do emprego norte-americano

Os três principais índices encerraram as negociações a encarnado. O Twitter ainda arrancou a sessão a subir, mas as ações da rede social acabaram por desvalorizar mais de 3% na sequência de Elon Musk, dono da Tesla que quer comprar a empresa, ter perdido os parceiros de investimento (Apollo Global Management e Sixth Street Partners) no negócio.

Diretora do FMI avisa que situação económica “ainda vai piorar antes de melhorar”

“A incerteza é muito elevada”, referiu Kristalina Georgieva, destacando os efeitos da guerra, apontando que pandemia que “ainda não desapareceu” e acrescentando também que “os riscos em torno da estabilidade financeira estão a crescer”.

PSI fecha em queda em linha com Europa. EDPs lideram perdas

As bolsas europeias encerraram na sua globalidade em baixa. Já o petróleo está em rota ascendente depois de a OPEP+ ter anunciado um corte agressivo na produção. Por sua vez as ‘yields’ da dívida a 10 anos estão em alta.
Comentários