Bitcoin cai mais de 8% e perde 20 mil dólares pela primeira vez desde dezembro de 2020

Perante este cenário negro, a Bitcoin, a qual chegou a valer 64.400 dólares (61.360 euros) no final de 2021, esteve recentemente numa luta implacável para manter a barreira dos 20 mil, acabando por perdê-los na noite de sexta-feira para sábado.

André François McKenzie/Unsplash

As duas principais criptomoedas por capitalização, Bitcoin e Ethereum, continuam a cair, perdendo mais de 8% nas últimas 24 horas, o que levou a Bitcoin a desvalorizar abaixo da barreira de 20 mil dólares (cerca de 19 mil euros), algo que não acontecia desde dezembro do ano passado. O Ethereum está a conseguir se manter acima dos mil.

Neste cenário, o custo de eletricidade da mineração da criptomoeda acaba deixando de ser lucrativo para os miners de criptomoedas.

O preço da Bitcoin está agora nos 19.149 dólares (18.245 euros). Esse colapso foi acelerado nas últimas semanas pelo colapso de dois grandes projetos de criptomoedas, Terra-Luna e Celsius, ao mesmo tempo em que lança dúvidas sobre a estabilidade do mercado de criptomoedas em geral.

A referir que, nos últimos cinco dias, a Bitcoin desvalorizou 22,88% e só na segunda-feira caiu 17%. Desde o início do mês, o colapso da criptomoeda criada por Satoshi Nakamoto chega a 32% e é de 57% desde o início do ano.

Perante este cenário negro, a Bitcoin, a qual chegou a valer 64.400 dólares (61.360 euros) no final de 2021, esteve recentemente numa luta implacável para manter a barreira dos 20 mil, acabando por perdê-los na noite de sexta-feira para sábado.

Por sua vez, no Ether, os movimentos são ainda maiores, com quedas de 24,6% semanais, 45% desde o início de junho e 71% até agora em 2022. No total, o Ethereum cai 76% em relação aos máximos históricos registados em 2021, quando atingiu 4.600 dólares (4.382 euros), e agora está lutando para manter acima de mil dólares.

 

Recomendadas

Wall Street encerra sessão com índices a ganhar mais de 2,50%

Os mercados financeiros têm estado agitados, mas recuperaram e encerraram a semana a negociar no verde.

Bruxelas quer emitir 50 mil milhões de euros em obrigações para financiar NextGenerationEU

Bruxelas anunciou o programa de financiamento para entre julho e dezembro.

Dos 100 milhões da Greenvolt à emergência de Lagarde. Veja as escolhas da semana no “Mercados em Ação”

Conheça as escolhas da semana do programa da plataforma multimédia JE TV, numa edição que contou com a análise de Rina Guerra, gestora de Ações e Ativos do Banco Carregosa.
Comentários