Bitcoin não tem limites: já superou 2.600 dólares e subiu 500% num ano

A escalada da cotação da bitcoin parece não ter limites e esta quinta-feira alcançou um novo máximo histórico.

A Bitcoin atingiu hoje uma valorização absolutamente histórica acima dos 2.600 dólares (2.313 euros), o que representa uma valorização de 500% em apenas doze meses.

Concretamente, a cotação da bitcoin alcançou um máximo de 2.673,47 dólares esta quinta-feira, segundo dados da CoinDesk, o que implica uma subida de 8% em menos de 24 horas e de 41% em apenas uma semana.

A ‘febre’ por esta moeda virtual, que em apenas doze meses valorizou 500%, intensificou-se depois do Japão ter dado, no final de março, o passo necessário para legalizar o uso da bitcoin como método de pagamento, algo que poderá ser também adotado por outro países como a Rússia.

Relacionadas

Bitcoins: conheça a fábrica gigante de fazer dinheiro virtual

Estas são algumas fotografias que mostram o interior de uma fábrica de ‘bitcoins’ na Islândia.

Japão: Peach Aviation aceita bitcoins e valor da criptomoeda dispara

A companhia aérea japonesa Peach Aviation é a primeira a aceitar pagamentos em bitcoins, como parte de uma estratégia para legitimar a criptomoeda. O anúncio aumentou ainda mais o valor desta moeda virtual, que já ultrapassa os 2100 dólares.
Recomendadas

Títulos de dívida pública desvalorizaram-se 35,4 mil milhões de euros em 2022, destaca BdP

“Um dos destaques do ano de 2022 foi a evolução distinta das cotações de ações e de títulos de dívida pública. Por um lado, assistiu-se à desvalorização dos títulos de dívida pública nacional em 35.400 milhões de euros. Por outro, as ações cotadas nacionais valorizaram-se 2.500 milhões de euros”, avança o banco central.

Bruxelas paga 1,8 mil milhões a Portugal no âmbito do PRR

Em comunicado, a Comissão Europeia adianta que o pagamento de hoje “foi possível graças ao cumprimento de Portugal nos 20 marcos e alvos relacionados com a segunda parcela”. 

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.
Comentários