Bloqueio a Kaliningrado. Rússia avisa Lituânia que resposta não vai ser diplomática

Em causa está o bloqueio da Lituânia ao transporte de mercadorias através da exclave russa. Porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo alerta que a “resposta não será diplomática, mas prática”.

Moscovo, Rússia

A Rússia deixou um aviso à Lituânia caso o país continue a bloquear o transporte de mercadorias através de Kaliningrado. “A resposta não será diplomática, mas prática”, afirmou Maria Zakharova, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russos, informa o “El Mundo” esta quarta-feira, 22 de junho.

Desde o passado dia 18 de junho que a Lituânia bloqueou o transporte de mercadorias sujeitas a sanções da União Europeia (UE), como materiais de construção, metal, madeira, cimento, fertilizantes, álcool e caviar. Contudo, o transporte de derivados do petróleo para Kaliningrado através da Lituânia podem continuar a ser comercializados até 10 de agosto.

Anton Alijanov governador da província russa de Kaliningrado revelou que as autoridades locais vão precisar de algumas semanas para redirecionar o transporte de mercadorias sancionadas pela UE e bloqueadas na ferrovia lituana para o transporte marítimo.

Por sua vez, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Lituânia, Gabrielius Landsbergis, referiu segunda-feira que esta decisão foi tomada após ter consultado a Comissão Europeia.

O porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov, classificou a decisão da Lituânia como “ilegal”, acrescentando que “é um elemento de bloqueio” e que a Rússia dará uma resposta nos próximos dias, depois de analisar minuciosamente o assunto.

Relacionadas

Moscovo ameaça punir a Lituânia por bloquear Kaliningrado

O embaixador da UE em Moscovo pediu aos russos numa reunião “que se abstenham de passos de escalada e retórica”.

Lituânia confirma sanções a exclave russo de Kaliningrado. Kremlin condena decisão

Segundo o governador da região, Anton Alikhanov, a proibição do transporte de mercadorias vai cobrir cerca de 50% dos itens que Kaliningrado importa.
Recomendadas

Charles Michel confiante em soluções para sancionar ouro russo sem sofrer impacto

“Estou confiante de que as questões e medidas técnicas podem ser encontradas para poder visar esse sector sem sermos vítimas de efeitos negativos”, afirmou o presidente do Conselho Europeu.

Moscovo diz ter atingido centro de treino militar da Ucrânia perto da fronteira polaca

O Ministério da Defesa russo referiu que os bombardeamentos foram realizados com “armas de alta precisão das forças aeroespaciais russas e mísseis Kalibr (cruzeiro)”.

Ataque a Kiev é mais um exemplo da “barbárie” russa, diz Joe Biden

As declarações foram feitas durante a cimeira do G7 que começa este domingo e vai durar três dias, no sul da Alemanha. O novo ataque a Kiev “é mais [um exemplo] da barbárie” da Rússia, disse o presidente norte-americano, citado pela Reuters.
Comentários