Bolhão, teatro e um mosteiro. ‘Óscares’ do imobiliário distinguem 30 participantes em sete categorias

Num ano em que se celebram 25 anos de edição dos ‘Óscares’ do imobiliário vão estar em disputa os prémios em sete categorias: escritórios, habitação, empreendimentos colectivos, turismo, projecto de interiores, reabilitação e o prémio de excelência em eficiência e sustentabilidade.

Já são conhecidos os 30 finalistas candidatos ao Prémio Nacional do Imobiliário, designados como os ‘Óscares’ do sector e que são organizados anualmente pela revista ‘Magazine Imobiliário’.

Num ano em que se celebram 25 anos de edição dos ‘Óscares’ do imobiliário vão estar em disputa os prémios em sete categorias: escritórios, habitação, empreendimentos colectivos, turismo, projecto de interiores, reabilitação e o prémio de excelência em eficiência e sustentabilidade, categoria que conta com 15 nomeados.

Na categoria de escritórios estão nomeados os projetos: Alegria One; Allo – Alcântara Lisbon Offices; Icon Douro e World Trade Center (WTC) Lisboa.

Já na categoria de habitação os nomeados são: Alcântara Lofts; Barcellos 86; Bom Sucesso; Bougainville; Conceito VC Parque; LX Living; Parque Altear; Sotto Mayor Premium Apartments; Unique Belém; Valrio II; Villa Unika, Dafundo 24 e São Carlos.

Nos empreendimentos colectivos estão nomeados: Centro Logístico Garland Valares; Cividade de Bagunte; Mercado do Bolhão e Teatro Jordão e Garagem Avenida.

Para o segmento de turismo os nomeados são: Aqua Village Health Resort & Spa; Marinha Prime; Montebelo Mosteiro de Alcobaça Historic Hotel; Sé Catedral Hotel Porto, Tapestry Collection by Hilton; The Editory Boulevard Aliados Hotel; The Editory Riverside Santa Apolónia Hotel e W Algarve Hotel & Residences.

Nos projectos interiores os nomeados são: Allo – Alcântara Lisbon Offices; Bom Sucesso; Bougainville; Icon Douro; LX Living; Sé Catedral Hotel Porto, Tapestry Collection by Hilton; Teatro Jordão e Garagem Avenida; The Editory Boulevard Aliados Hotel; The Editory Riverside Santa Apolónia Hotel; Villa Unika; W Algarve Hotel & Residences; WTC Lisboa e São Carlos.

No prémio de reabilitação estão nomeados: Alcântara Lofts; Alegria One; Barcellos 86; Bom Sucesso; Bougainville; LX Living; Mercado do Bolhão; Montebelo Mosteiro de Alcobaça Historic Hotel; Sé Catedral Hotel Porto, Tapestry Collection by Hilton; Sotto Mayor Premium Apartments; Teatro Jordão e Garagem Avenida; The Editory Boulevard Aliados Hotel; The Editory Riverside Santa Apolónia Hotel; Villa Unika e São Carlos.

Por fim, no prémio de excelência em eficiência e sustentabilidade encontram-se nomeados: Allo – Alcântara Lisbon Offices; Aqua Village Health Resort & Spa; Bom Sucesso; Bougainville; Centro Logístico Garland Valares; Icon Douro; LX Living; Parque Altear; The Editory Riverside Hotel Santa Apolónia Hotel; Valrio II; Villa Unika e WTC Lisboa.

A cerimónia de entrega dos ‘Óscares’ do imobiliário vai decorrer no dia 20 de Abril numa unidade hoteleira localizada no município de Sintra.

Recomendadas

Mota-Engil investe 70 milhões em projeto residencial junto ao rio Douro

Situado numa encosta, o ‘Aurios’ vai ser constituído por 26 moradias e 22 apartamentos, numa área com 15.583m2, tendo a sua conclusão prevista para o primeiro trimestre de 2025.

Projeto de luxo de imobiliária portuguesa no Porto já ultrapassou 90% das vendas

‘Pure’ já conta com 31 dos 34 apartamentos vendidos e que se encontram distribuídos pelos três edifícios, sendo que 30 deles foram vendidos logo nas primeiras duas semanas.

Projeto ‘Alma Gardens’ já conta com 80% dos apartamentos reservados

Os 126 apartamentos encontram-se divididos por quatro edifícios, cada um com quatro andares. Projeto tem também uma vertente social, já que a partir de fevereiro, cada nova irá reverter com cinco mil euros a favor das Aldeias SOS.
Comentários