Bolsa abre a subir em linha com Europa

O PSI 20, principal índice da bolsa portuguesa, arancou no verde, em linha com as principais congéneres europeias. O índice português arrancou a sessão a subir 0,19% para 5.360,09 pontos, com a maior parte das empresas (11) a melhorarem as performances do dia anterior. A impulsionar o índice destaque para a EDP, que aprecia 0,77% […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O PSI 20, principal índice da bolsa portuguesa, arancou no verde, em linha com as principais congéneres europeias.

O índice português arrancou a sessão a subir 0,19% para 5.360,09 pontos, com a maior parte das empresas (11) a melhorarem as performances do dia anterior.

A impulsionar o índice destaque para a EDP, que aprecia 0,77% para 3,148 euros, e Galp Energia, que sobe 0,12% para 10,00 euros.

Na banca, à semelhança da energia, a tendência também é mista. O BCP negoceia a subir 0,97% para 0,052 euros enquanto o BPI cai 0,53% para 1,132 euros.

OJE

 

Recomendadas

Wall Street encerra no ‘vermelho’ contrariando ‘verde’ da Europa

O petróleo está a ser negociado em alta. O brent valoriza 0,74% para os 76,71 dólares e o crude sobe 0,10% para os 71,53 dólares.

PremiumPreço do petróleo caiu 45% desde máximo depois de invasão da Ucrânia

Apesar do embargo e do teto à Rússia, os preços do petróleo bateram mínimos anuais em três dias consecutivos esta semana.

Embargo europeu ao petróleo russo: o que esperar? Veja os gráficos da semana no “Mercados em Ação”

Veja os destaques na rubrica “Gráficos da Semana”, da responsabilidade de Marco Silva, consultor de estratégia e investimento, no programa que contou com a análise de Mário Martins, administrador da ActivTrades Brasil.