Bolsa abre no ‘verde’ com Greenvolt a liderar ganhos

O petróleo está a negociar em quebra com o brent a descer 0,16% para os 93,50 dólares e o crude desvaloriza 0,22% para os 87,92 dólares.

A bolsa de Lisboa abre no ‘verde’, com uma valorização de 0,33%, para os 6,289.22 pontos.

A maior subida vai para a Greenvolt que valoriza 1,31% para os 10,80 euros, seguida pela Jerónimo Martins, que sobe 0,88% para os 23,04 euros, e a Galp Energia, que cresce 0,71% para os 10,70 euros.

Em quebra estão cotadas como a Corticeira Amorim que desce 0,57% para os 10,54 euros, os CTT que desvaloriza 0,45% para os 3,32 euros, a REN que desce 0,36% para os 2,765 euros, o Banco Comercial Português (BCP) que quebra 0,26% para os 0,1507 euros.

As principais bolsas europeias abrem no ‘verde’ com o DAX (Alemanha) a subir 0,34%, o CAC 40 (França) valoriza 0,12%, e o IBEX 35 (Espanha) sobe 0,28%.

O FTSE 100 (Reino Unido) quebra 0,10%.

O petróleo está a negociar em quebra com o brent a descer 0,16% para os 93,50 dólares e o crude desvaloriza 0,22% para os 87,92 dólares.

O euro está a desvalorizar face ao dólar com uma quebra de 0,26% para os 1,01528 euros.

Recomendadas

Cotação do barril Brent para entrega em novembro baixa para 87,96 dólares

A cotação do barril de petróleo Brent para entrega em novembro terminou esta sexta-feira no mercado de futuros de Londres em baixa de 0,73%, para os 87,96 dólares.

Wall Street encerra sessão com principais índices a perder mais de 1,50%

No momento de fecho o Dow Jones recua 1,71%para 28.725,84 pontos, o S&P 500 cede 1,51% para 3.585,40 pontos e o tecnológico Nasdaq desvaloriza 1,51% para 10.575,62 pontos. 

PremiumAções com pior mês desde junho e pode não ficar por aqui

Libra em forte desvalorização e juros da dívida do Reino Unido disparam após polémico “mini-orçamento” de Liz Truss.
Comentários