Bolsa de Lisboa continua no ‘verde’ numa Europa mista. Galp sobe mais de 4%

A expetativa sobre decisões de bancos centrais e a possibilidade de aumento da produção de petróleo estão a influenciar o rumo dos mercados. Os principais índices europeus reagem mistos enquanto o preço do petróleo tem uma valorização.

A bolsa de Lisboa continua no ‘verde’ a meio da sessão desta terça-feira, com uma subida de 1,59% para os 5,857.82 pontos.

A maior valorização vai para a Galp Energia, que sobe 4,46% para os 11,35 euros, seguida pela Navigator que cresce 3,47% para os 3,82 euros, e a Jerónimo Martins que valoriza 2,23% para os 21,06 euros.

A valorizar mais de 1% estão cotadas como o Banco Comercial Português (BCP), EDP, Corticeira Amorim, Semapa, CTT.

No ‘vermelho’ está a Greenvolt que quebra 0,49% para os 8,13 euros, a Mota Engil que desce 0,16% para os 1,246 euros, e a NOS que desvaloriza 0,05% para os 3,92%.

As principais bolsas europeias estão mistas. O DAX (Alemanha) desce 0,03%, o CAC 40 (França) quebra 0,20%, e o índice dos Países Baixos desvaloriza 0,07%.

O FTSE 100 (Reino Unido) valoriza 0,57%, o IBEX 35 (Espanha) sobe 1,08%, enquanto que o índice de Itália cresce 0,37%.

A research da BA&N refere que os mercados estão a ser condicionados pela Reserva Federal norte-americana (Fed), no que diz respeito à política do banco central, estando em causa o nível de subida das taxas de juro.

A BA&N acrescentou que os mercados podem continuar a oscilar durante a sessão consoante as declarações de responsáveis quer da Fed como do Banco Central Europeu (BCE), previstas para esta terça-feira.

A hipótese de a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) poder aumentar a produção está também a ter influência nos mercados, salienta a BA&N.

O petróleo está a ser negociado em alta com o brent a subir 1,38% para os 88,66 dólares e o crude valoriza 1,40% para os 81,16 dólares.

O euro está a valorizar face ao dólar com uma subida de 0,26% para os 1,02689 dólares.

O euro está a desvalorizar face à libra com uma quebra de 0,15% para as 0,86534 libras.

Recomendadas

PremiumBCE e Fed avaliam peso da subida de juros e ritmo pode abrandar nas próximas reuniões

As atas das mais recentes reuniões de política monetária na zona euro e EUA mostram uma preocupação de ambos os bancos centrais com o abrandamento da economia, dando esperanças de subidas menos expressivas dos juros nos próximos meses, embora os sinais neste sentido sejam mais fortes do outro lado do Atlântico.

Musk tinha um plano para o Twitter? Veja as escolhas da semana no “Mercados em Ação”

Conheça as escolhas da semana do programa da plataforma multimédia JE TV numa edição que contou com a análise de Nuno Sousa Pereira, head of investments da Sixty Degrees.

PSI encerra no ‘vermelho’ em contra ciclo com a Europa

Lá fora, as principais praças europeias negociaram maioritariamente em terreno positivo. O FTSE 100 valorizou 0,32%, o CAC 40 ganhou 0,08%, e o DAX apreciou 0,01%. O espanhol IBEX 35 manteve-se estável.
Comentários