Bolsa de Lisboa alinha-se com Europa e encerra no ‘vermelho’ com BCP a liderar perdas

O petróleo está neste momento a ser negociado abaixo dos 100 dólares.

A Bolsa de Lisboa (PSI) encerrou a sessão desta terça-feira passando para território negativo, a desvalorizar 0,05%, para os 5.999,86 pontos, com o BCP a liderar nas perdas.

O BCP terminou a sessão com as suas ações a recuarem 2,40%, para os 0,1421 euros, seguido da Navigator, que desce8 1,28% para os 4,00 euros. Em terceiro lugar ficou a Altri, que desvalorizou 0,87 para os 6,29 euros.

As cotadas que encerraram no ‘verde’ foram lideradas pela Greenvolt, seguida da EDP. As açções da Greenvolt avançaram 1,84% para 8,40 euros e a EDP avançou 1,53% para os 4,84 euros.

As principais bolsas europeias também terminaram a sessão em terreno negativo. O DAX (Alemanha) decresceu 0,87%, IBEX 35 (Espanha) diminui 0,23%, o CAC 40 (França) desvalorizou 0,42% e o FTSE 100 (Reino Unido) recuou 0,01%.

O analista Ramiro Loureiro, do Millennium Investment Banking, diz que este sentimento negativo na Europa está aliado ao corte de Outlook da Walmart, “que fez com que o setor de Retalho fosse o mais castigado, uma série de dados macroeconómicos vieram reacender as preocupações dos investidores com o arrefecimento económico e o efeito foi bem visível nos setores cíclicos como o Automóvel ou o Tecnológico, levando os investidores a jogarem mais à defesa, a avaliar pela valorização de HealthCare e do setor de Alimentação & Bebidas”.

O analista lembra ainda o aumento de mais 75 pontos base nas taxas da Reserva Federal. Neste contexto, o “FMI veio cortar o Outlook económico, os preços no produtor em Espanha mostraram que as pressões inflacionistas a montante persistem e em solo norte-americano a subida de juros e o aumento dos preços das casas estão a afastar compradores de novas habitações”.

O preço do barril de petróleo está a descer, com o brent a recuar 0,36% para os 99,83 dólares e o crude a cair 1,27% para os 95,47 dólares.

No mercado cambial, o euro está a ter uma desvalorização face ao dólar, com uma descida de 0,99%, para os 1,0119 dólares.

Atualizada às 17h06

Recomendadas

Wall Street fecha semana em alta com semicondutores a darem ímpeto

O sector tecnológico esteve em destaque, beneficiando da aposta dos investidores na recuperação dos fabricantes de semicondutores Nvidia e Micron e dos dados da inflação de julho, que afastam subidas mais fortes das taxas de juro em setembro.

Bolsa de Lisboa encerra sessão a perder mais de 1%

O BCP e a Galp estão a liderar as perdas na bolsa de Lisboa. Por outro lado a Greenvolt é a cotada com mais ganhos.

Wall Street abre no ‘verde’ em linha com congéneres europeias

O Nadaq sobe agora 0,54% para 12.848,50 pontos, o S&P 500 avança 0,51% para 12.848,50 pontos e o Dow Jones valoriza 0,47% para 33.492,84 pontos.
Comentários