Bolsa de Lisboa com ganhos ligeiros em dia de perdas para as praças europeias

A família EDP contraria agora a tendência da abertura, estando agora a holding a ganhar 1,11% para 4,459 euros e a Renováveis a valorizar 0,35% para 23,12 euros.

O PSI segue a negociar em terreno positivo a meio da sessão desta quinta-feira, com ganhos ligeiros de 0,16% (6.017,16 pontos).

A família EDP contraria agora a tendência da abertura, estando agora a holding a ganhar 1,11% para 4,459 euros e a Renováveis a valorizar 0,35% para 23,12 euros.

Também em terreno positivo estão a Sonae, a Greenvolt e o BCP, que valorizam 1,28% (1,032 euros), 0,96% (7,36 euros) e 0,17% (0,1746 euros), respetivamente.

Nos restantes mercados europeus, a tendência é de queda. O alemão DAX recua 0,39%, o francês CAC 0,58%, o espanhol IBEX 0,44% e o britânico FTSE 0,25%.

“Os mercados de ações europeus negoceiam em baixa na manhã desta quinta-feira e preparam-se para encerrar o seu primeiro trimestre de variação negativa desde o primeiro trimestre de 2020, então marcado pelo início da pandemia de Covid-19, terminando o maior rally de ganhos trimestrais consecutivos desde 1998.  O PSI conseguia escapar com ganhos ligeiros, à boleia de cotadas como Greenvolt, EDP, EDPR, Sonae e Altri”, comentou Ramiro Loureiro, analista de mercados do Millennium investment banking.

No mercado petrolífero, o Brent desce 5,60% para 105,84 dólares e o WTI deprecia 5,68 % para 102,14 dólares. O gás natural está no ‘vermelho’ a desvalorizar 1,50% para 5,521 dólares.

No mercado cambial, o euro perde 0,52 % para 1,1097 dólares.

Recomendadas

Investidores sem apetite pelo risco empurram Wall Street para terreno negativo

O S&P 500 perdeu 0,75% para os 3.790,30 pontos. O tecnológico Nasdaq encerra a cair 1,33% para 11.028,74 pontos. O índice industrial Dow Jones também fecha o dia em terreno negativo, a desvalorizar 0,82% para 30.775,43 pontos.

‘Vermelho’ domina sessão do PSI que encerra em sintonia com as congéneres europeias

Entre as principais praças europeias, o francês CAC 40 desceu 1,80%, o espanhol IBEX 35 desvalorizou 0,99%, o alemão DAX diminuiu 1,61% e o britânico FTSE 100 também encerra a sessão no ‘vermelho’ a perder 1,98%.

CMVM: Finanças estão a fazer diligências para nomear presidente o mais rápido possível

“Sabemos que há sentido de urgência do lado do Ministério das Finanças” para nomear um novo presidente da CMVM, garantiu Rui Pinto, administrador do regulador.
Comentários