Bolsa de Lisboa contraria Europa e encerra em terreno positivo com a EDP a liderar ganhos

Contrariamente, as congéneres europeias encerram a sessão no ‘vermelho’, excetuando o espanhol Ibex 35, que valoriza 0,05%.

A bolsa de Lisboa (PSI) encerrou a sessão desta terça-feira em terreno positivo, valorizando 0,85% para 6.130,90 pontos.

Contrariamente, as congéneres europeias encerram a sessão no ‘vermelho’, excetuando o espanhol Ibex 35, que valoriza 0,05%.

Em território nacional, destaque para a EDP Renováveis, que lidera os ganhos, valorizando 3,09% para os 23,00 euros. Na segunda posição está a Mota-Engil, que valoriza 2,81% para os 1,390 euros. Segue-se a REN, cujas ações valorizam 2,36% para os 3,030 euros.

Em sentido contrário, a Greenvolt liderou as perdas, com as ações a desvalorizarem 6,22% para os 6,78 euros, acompanhada pelos CTT, que perdem 1,07% para os 3,69 euros.

Entre as principais praças europeias, o francês CAC 40 desceu 1,66%, o espanhol IBEX 35 valorizou 0,05%, o alemão DAX diminuiu 1,74% e o britânico FTSE 100 termina a perder 035%.

A análise de Ramiro Loureiro, analista do Millennium Investment banking, aponta para os “sinais de arrefecimento da atividade global na Zona Euro, Reino Unido e EUA em maio, trazidos pelos valores preliminares dos PMIs, aliados à indicação de deterioração no mercado imobiliário norte-americano, perante a queda abrupta de 16,6% na venda de casas novas em abril (analistas previam descida de 1,8%) reacenderam preocupações sobre o desempenho económico.”

Contudo, a Bolsa de Lisboa consegui escapar a esta tendência, aponta o analista, que refere que tal foi “impulsionado pelos ganhos da Altri, Semapa, que reportam contas esta semana, e também de outras como EDPR, Mota-Engil e REN.” Ramiro Loureiro destaca, contudo, as perdas da Greenvolt, dadas “na véspera de chegada das ações que a Altri distribui pelos acionistas da posição que detinha na empresa de renováveis”, explica.

O preço do petróleo Brent valoriza 0,05% para os 110,81 euros.

No mercado cambial, o euro valoriza 0,36% para os 110,98 euros face ao dólar norte-americano, o qual desvaloriza 0,38%.

Recomendadas

PremiumBitcoin sob pressão com receios sobre economia mundial

As criptomoedas estão a recuperar após fortes quedas, mas os analistas alertam que o movimento pode não ter sustentação.

Wall Street encerra sessão com índices a ganhar mais de 2,50%

Os mercados financeiros têm estado agitados, mas recuperaram e encerraram a semana a negociar no verde.

Bruxelas quer emitir 50 mil milhões de euros em obrigações para financiar NextGenerationEU

Bruxelas anunciou o programa de financiamento para entre julho e dezembro.
Comentários