Bolsa de Lisboa e Europa continuam no ‘verde’ após Eurostat confirmar máximo na inflação

A inflação atingiu os 10% na zona euro de acordo com o Eurostat. O petróleo continua a valorizar com o brent a subir 0,34% para os 87,48 dólares e o crude a subir 0,39% para os 81,55 dólares.

A bolsa de Lisboa continua no ‘verde’, com uma subida de 1,02%, para os 5,346.44 pontos, uma valorização acima dos 0,27% da abertura. A tendência de valorização manteve-se na Europa mesmo depois do anúncio de um máximo na inflação na zona euro, de acordo com o Eurostat, o que pode abrir caminho para o Banco Central Europeu (BCE) voltar a subir as taxas de juros.

A maior valorização continua na Altri com uma subida de 3,58% para os 5,21 euros, seguida pela Navigator que sobe 2,57% para os 3,51 euros e a Galp Energia que sobe 2,14% para os 9,84 euros.

Em quebra está o Banco Comercial Português (BCP) que desce 1,21% para os 0,1225 euros, seguido pela Mota Engil que desvaloriza 1,12% para 1,058 euros, a Semapa que cai 0,82% para os 12,10 euros e os CTT que desvalorizam 0,18% para os 2,71 euros.

A research do Millenium salienta que a notação da Fitch, dada ao BCP, em que é revisto em alta o outlook, acrescentando que “perspetivas positivas indicam uma maior clareza quanto ao provisionamento necessário para cobrir os riscos legais nos empréstimos hipotecários denominados em francos suíços da sua unidade Bank Millennium na Polónia”.

As principais bolsas europeias continuam no ‘verde’ com o DAX (Alemanha) a subir 0,35%, o FTSE 100 (Reino Unido) a valorizar 0,41%, o CAC 40 (França) a subir 0,78% e o IBEX 35 (Espanha) a crescer 0,74%.

A tendência de subida nas bolsas europeias continua mesmo após a divulgação dos dados da inflação na zona euro, que atingiram os 10%, em setembro, um máximo, de acordo com o Eurostat.

Em Portugal a taxa de inflação ficou em 9,3%, em setembro, um máximo desde outubro de 1992, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O petróleo continua a valorizar com o brent a subir 0,34% para os 87,48 dólares e o crude a subir 0,39% para os 81,55 dólares.

O euro está a desvalorizar face ao dólar, invertendo a tendência de valorização registada na abertura da bolsa de Lisboa. O euro cai 0,53% para os 0,97641 euros.

Atualizado às 12h27

Recomendadas

Wall Street fecha instável em face da provável recessão

A indefinição está a marcar a economia interna dos Estados Unidos. sabe-se que haverá uma recessão, mas os seus contornos em termos de profundidade e duração não são claros. E o mercado mobiliário parece não gostar disso.

Há quem queira fugir à regulação do mercado criptoativo, alerta responsável europeia

A regulação deverá chegar no espaço de um ano, diz a comissária europeia para os serviços financeiros. Mas há ‘players’ do mercado que escolhem deliberadamente jogar contra as regras, avisa. A abordagem deve ser “global”.

Lagarde e o ‘whatever it takes’ para controlar a inflação. Ouça o podcast “Mercados em Ação”

No “Mercados em Ação”, podcast do JE, vai poder contar com a análise de especialistas em temas como ações e obrigações; investimento e poupança; BCE e FED; resultados e empresas; análises e gráficos.
Comentários