Recuo de 5% da Navigator pressiona abertura do PSI-20. Bolsas europeias em baixa

A bolsa portuguesa está em linha com as principais praças europeias, à espera de mais informações sobre o processo de saída do Reino Unido da União Europeia e o acordo comercial futuro.

O principal índice bolsista português (PSI 20) abriu esta terça-feira, dia 8 de dezembro, a perder 0,33%, para 4.688,38 pontos, com dez cotadas a negociar em baixa, cinco em alta e duas inalteradas. A bolsa portuguesa acompanha as perdas das principais praças europeias, à espera de mais informações sobre o processo de saída do Reino Unido da União Europeia e o acordo comercial futuro.

A Navigator é a cotada que mais pressiona o índice nacional, com as ações estão a caírem 5,12% para 2,448 euros. A partir desta terça-feira, a empresa da pasta de papel passa a negociar sem dividendo na bolsa, depois de ter comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), no final de novembro, que os acionistas iriam distribuir um dividendo no valor de 0,1394 euros por ação (um total de 99,1 milhões de euros).

A contribuir também para as perdas está a Galp, que perde 1,40% para 9,022 euros. á os CTT, que garantiram esta segunda-feira que a greve geral de três dias (entre 30 de novembro, 2 e 3 de dezembro) não teve impacto na atividade da empresa, caem 0,78% para 2,550 euros.

Em alta abriram a EDP Renováveis, que atingiu um novo máximo histórico nos 18,40 euros. No setor da energia, destaca-se também a EDP que soma 0,45% para 4,641 euros.

As restantes praças europeias abriram também no ‘vermelho’. O índice alemão DAX desliza 0,02%, o britânico FTSE 100 recua 0,21%, o francês CAC desvaloriza 0,19%, o italiano FTSE MIB deprecia 0,25% e o espanhol IBEX 35 perde 0,22%.

A justificar as perdas está o impasse quanto a um acordo económico entre o Reino Unido e a União Europeia, após concluído o processo de saída dos britânicos do bloco europeu. A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, estiveram esta segunda-feira à noite à conversa, mas o bloqueio nas negociações mantém-se.

Recomendadas

Wall Street regressa aos ganhos a meio da semana

A Apple destacou-se esta quarta-feira por afundar mais de 4%, na sequência de a gigante liderada por Tim Cook ter posto na gaveta o seu plano para aumentar a produção dos seus novos iPhones, mas as ações acabaram por encerrar a sessão com uma perda de pouco mais de 1%.

BCP cai 5% e arrasta bolsa de Lisboa para terreno negativo numa Europa mista

“O índice nacional esteve pressionado pela queda de 5% do BCP, numa sessão onde o setor Bancário demonstrou a pior performance na Europa”, escreveu o analista do Millennium BCP, Ramiro Loureiro, na sua análise de fecho de mercados.

CMVM publica cinco decisões de contraordenação, incluindo a coima de 75 mil euros à Orey Antunes

Na base das decisões da CMVM estão três processos por violação de deveres de atuação dos auditores. O processo contra a Orey Antunes por não ter divulgado os documentos de prestação de contas anuais e um processo por violação de deveres dos intermediários financeiros.
Comentários