Bolsa de Lisboa encerra em território positivo numa Europa mista

As ações da EDP Renováveis avançaram mais de 4%.

A Bolsa de Lisboa (PSI) encerrou a sessão desta quinta-feira mantendo-se em território positivo, a valorizar 0,72%, para os 6.160,72 pontos, com a EDP Renováveis a liderar nos ganhos.

As ações da EDP Renováveis avançaram 4,64% para 25,21 euros, seguido da Jerónimo Martins, a qual avançou 1,42% para os 22,88 euros. Em terceiro lugar ficou a Greenvolt, que valorizou 0,79% para os 8,90 euros.

No ‘vermelho’ lidera o BCP, cujas ações recuaram 2,06% para os 0,1476 euros, seguida da Galp, que perdeu 1,29% para os 9,97 euros. Em terceiro lugar nas perdas ficou a Navigator, que recuou 0,72% para os 4,11 euros.

As principais bolsas europeias terminaram a sessão em terreno misto. O DAX (Alemanha) cresceu 0,87%, o FTSE 100 (Reino Unido) avançou 0,01% e o CAC 40 (França) valorizou 1,30%. Só o IBEX 35 (Espanha) encerrou em território negativo, recuando 0,45%.

O analista Ramiro Loureiro, do Millennium Investment Banking, comenta que as bolsas europeias oscilaram entre ganhos e perdas ao longo da manhã, mas durante a tarde apenas o Ibex e o Footsie mantiveram o sentimento negativo.

“Curiosamente, foram maus dados económicos que parecem ter animado os investidores. Os dados preliminares do PIB do 2.ºtrimestre apontaram para a entrada inesperada da economia norte-americana em recessão técnica (dois trimestres consecutivos que queda sequencial), os pedidos de subsídio de desemprego nos EUA foram superiores ao que se esperava nas últimas duas semanas e o IHPC mostrou aumento acima do esperado da inflação na Alemanha”, refere o analista, explicando que o mercado interpreta os dados de fraqueza económica como um sinal de que os Bancos Centrais desta forma vão acabar por se tornar menos agressivos nos movimentos de subida de taxas de juro.

Nas empresas Ramiro Loureiro destaca, para além das múltiplas respostas a contas, “o disparo da Vestas Wind, perante um acordo de Senadores dos EUA para aprovar um projeto de lei que gastará centenas de milhares de milhões de dólares em segurança energética e mudanças climáticas e que está a animar todo o setor em Wall Street.”

O preço do barril de petróleo está a subir, com o brent a avançar 0,97% para os 102,66 dólares e o crude a subir 0,85% para os 102,66 dólares.

No mercado cambial, o euro está a ter uma desvalorização face ao dólar, com uma descida de 0,30%, para os 1,0171 dólares.

Atualizada às 16h55

 

Recomendadas

Bolsa de Lisboa encerra sessão a perder mais de 1%

O BCP e a Galp estão a liderar as perdas na bolsa de Lisboa. Por outro lado a Greenvolt é a cotada com mais ganhos.

Wall Street abre no ‘verde’ em linha com congéneres europeias

O Nadaq sobe agora 0,54% para 12.848,50 pontos, o S&P 500 avança 0,51% para 12.848,50 pontos e o Dow Jones valoriza 0,47% para 33.492,84 pontos.

Bolsa abre no ‘verde’ com Altri a liderar ganhos

O petróleo está a negociar em terreno misto com o brent a subir 0,07% para os 99,67 dólares e o crude quebra 0,06% para os 94,28 dólares.
Comentários