Bolsa de Lisboa fecha no ‘vermelho’ com Galp a perder quase 3%

As principais bolsas europeias fecharam quase todas no ‘verde’, com o DAX (Alemanha) a ganhar 0,85%, o FTSE 100 (Reino Unido) a crescer 0,21% e o CAC 40 (França) a valorizar 0,19% , enquanto o IBEX 35 (Espanha) fechou a perder 0,26%.

A Bolsa de Lisboa (PSI) fechou a sessão desta terça-feira no ‘vermelho’ nos 5.996,59 pontos, com a Galp a desvalorizar quase 3%.

A Galp liderou nas perdas e fechou a desvalorizar 2,96%, com as suas ações a valerem 10,96 euros, seguida da EDP Renováveis, que perdeu 1,33% para os 23,79 euros, enquanto a REN caiu 1,33% para os 2,620 euros. A EDP também fechou a sessão a perder 0,54%, com as suas ações a valerem 4,78 euros.

A Semapa liderou nos ganhos e fechou a valorizar 1,74%, com as suas ações a valerem 14 euros, seguida do BCP, que ganhou 0,34% para os 0,1465 euros, enquanto os CTT valorizaram 0,31% para os 3,26 euros. A Jerónimo Martins também valorizou 0,27%, com as suas ações nos 22,10 euros.

Já as principais bolsas europeias fecharam quase todas no ‘verde’, com o DAX (Alemanha) a ganhar 0,85%, o FTSE 100 (Reino Unido) a crescer 0,21% e o CAC 40 (França) a valorizar 0,19% , enquanto o IBEX 35 (Espanha) fechou a perder 0,26%.

O analista de mercados do Millenium BCP, Ramiro Loureiro, destaca que as principais bolsas europeias encerraram em território positivo num dia marcado pela divulgação de que as encomendas às fábricas na Alemanha contraíram mais do que o esperado em julho.

“Ainda assim, o índice alemão liderou numa Europa onde o IBEX e o PSI contrariaram o sentimento, com o índice luso penalizado pela Galp, que recuou mais de 3%, refletindo a descida do Brent, sob receios de abrandamento económico à escala global, penalizado pelos lockdowns que se têm vindo a registar na China”, aponta.

O analista realça ainda que dados vindos dos EUA mostraram que a atividade terciária acelerou inesperadamente em agosto, o que pareceu trazer algum ânimo aos mercados.

Quanto ao preço do barril de petróleo, brent está a desvalorizar 2,22% para os 93,61 dólares e o crude a subir 0,73% para os 87,50 dólares.

No mercado cambial, o euro está a ter uma desvalorização de 0,17% face ao dólar, para os 0,9909 dólares.

Recomendadas

Wall Street abre a negociar no ‘verde’. Nasdaq que soma mais de 1,50%

A bolsa de Nova Iorque abre em “sintonia com o sentimento positivo nas congéneres europeias” fruto “da leitura preliminar das encomendas de bens duradouros”.

Bolsa de Lisboa segue sessão no ‘verde’ com apenas duas cotadas em terreno negativo

As principais bolsas europeias estão em terreno misto, com o DAX (Alemanha) a valorizar 0,79%, o CAC 40 (França) a ganhar 0,76% e o IBEX 35 (Espanha) a crescer 0,22%, enquanto o FTSE 100 (Reino Unido) desvaloriza 0,10%.

Bolsa de Lisboa abre em alta numa manhã positiva para os mercados europeus

O PSI iniciou a sessão desta terça-feira em terreno positivo, estando a ganhar 1,29% para 5.485,53 pontos numa manhã serena para a generalidade das praças europeias. A Greenvolt e a Altri estão em destaque esta manhã ao valorizarem, respetivamente, 1,77% para 8,61 euros e 2,42% para 5,12 euros. Ainda no mercado energético, a Energias de […]
Comentários