Bolsa de Lisboa inicia sessão no ‘vermelho’ penalizada por BCP

O banco liderado por Miguel Maya cai 1,43% para 0,1516 euros.

O PSI negoceia em terreno negativo no início da sessão desta quarta-feira, penalizado sobretudo pelos títulos do BCP, numa manhã de tendência mista na Europa.

O banco liderado por Miguel Maya cai 1,43% para 0,1516 euros, seguida da Mota-Engil, que perde 1,31% para 1,204 euros.

No sector energético, as cotadas negoceiam com tendência díspar. A Galp cai 1,05% para 11,54 euros, a EDP avança 0,18% para 4,43 euros, a EDP Renováveis sobe 0,36% para 22,15 euros, enquanto a Greenvolt perde 0,72% para 8,24 euros.

No mercado petrolífero, o brent cai 0,07% para 93,93 dólares por barril, enquanto o crude recua 0,23% para 93,93 dólares.

 

Em atualização.

Recomendadas

Reserva Federal volta a ‘dar a mão’ a Wall Street

Tal como sucedeu na semana passada, a Fed teve de insistir na diminuição do ritmo da subida das taxas de juro para alavancar um dia que acabou por ser positivo. O mercado está a precisar da atenção do banco central.

Reserva Fedrela diz que aumento das taxas de juro pode desacelerar em dezembro

O presidente da Reserva-Feral norte-americana, Jerome Powell, considerou esta quarta-feira, ser provável que o aumento das taxas de juro possa desacelerar já em dezembro. Mas os valores vão permanecer altos.

Energia dá impulso à Bolsa de Lisboa. Europa fecha no verde em dia marcado pela inflação

O mercado esperava que a inflação do IPC na zona do euro desacelerasse de 10,6% em Outubro para 10,4% em Novembro (variação anual). A leitura real mostrou uma desaceleração para 10,0% num ano. Os juros soberanos sobem. As ações também.
Comentários