Bolsa de Lisboa mantém-se no ‘verde’ com Greenvolt a liderar ganhos

O preço do barril de petróleo está a desvalorizar, com o brent a perder 0,12% para os 98,45 dólares e o crude a recuar 0,21% para os 92,42 dólares.

A Bolsa de Lisboa encontra-se a meio da sessão desta segunda-feira em terreno positivo, a valorizar 0,60% para 5.769,35 pontos, com a Greenvolt a liderar nos ganhos.

A Greenvolt lidera nos ganhos, valorizando 2,86%, com as suas ações nos 7,91 euros, seguida da Sonae, que ganha 1,70% para os 0,9885 euros, enquanto a Jerónimo Martins cresce 1,45% para os 21,02 euros.

A Galp também está a valorizar 1,27% para os 11,13 euros, enquanto a EDP está a ganhar 0,48% para os 4,36 euros.

O BCP lidera nas perdas, a desvalorizar 1,22%, com as suas ações a valerem 0,1461 euros, seguido da Semapa, que perde 0,76% para os 13 euros, enquanto a REN desvaloriza 0,19% para os 2,605 euros.

As principais bolsas europeias estão quase todas no ‘verde’, com o DAX (Alemanha) a ganhar 0,88%, o IBEX 35 (Espanha) a valorizar 0,22% e o CAC 40 (França) a crescer 0,19%. Já o FTSE 100 (Reino Unido) segue a desvalorizar 0,18%.

O analista de mercados do Millenium BCP, Ramiro Loureiro, destaca que as bolsas europeias inverteram o sentimento negativo da abertura e seguem agora em alta.

“As declarações de alguns oficiais de saúde na China de que as políticas Covid-zero no país irão continuar, aliadas à revelação de que exportações e importações chinesas contraíram inesperadamente em outubro e ao corte de produção de iPhones anunciado pela Apple foram condicionantes no início da sessão”, aponta.

“Entretanto o Sentix revelou que a confiança dos investidores regista um aumento em novembro e pode gerar algum ânimo”, acrescenta ainda.

O analista realça que os sectores de Viagens & Lazer, Recursos Naturais e Automóvel lideram os ganhos, ao passo que o Energético está do lado das perdas, no dia em que os preços do petróleo nos mercados internacionais estão a descer, sublinhando ainda que as empresas com ligação ao ramo da Defesa também merecem atenção, com Rheinmetall animada por uma avaliação.

O preço do barril de petróleo está a desvalorizar, com o brent a perder 0,12% para os 98,45 dólares e o crude a recuar 0,21% para os 92,42 dólares.

No mercado cambial, o euro está a ter uma valorização de 0,23% face ao dólar, para os 0,9983 euros.

Recomendadas

Wall Street encerra no ‘vermelho’ contrariando ‘verde’ da Europa

O petróleo está a ser negociado em alta. O brent valoriza 0,74% para os 76,71 dólares e o crude sobe 0,10% para os 71,53 dólares.

PremiumPreço do petróleo caiu 45% desde máximo depois de invasão da Ucrânia

Apesar do embargo e do teto à Rússia, os preços do petróleo bateram mínimos anuais em três dias consecutivos esta semana.

Embargo europeu ao petróleo russo: o que esperar? Veja os gráficos da semana no “Mercados em Ação”

Veja os destaques na rubrica “Gráficos da Semana”, da responsabilidade de Marco Silva, consultor de estratégia e investimento, no programa que contou com a análise de Mário Martins, administrador da ActivTrades Brasil.
Comentários