Bolsa de Lisboa segue no ‘verde’ com maioria das bolsas europeias a desvalorizar

No mercado cambial, o euro está a ter uma desvalorização de 0,15% face ao dólar, para os 1,0057 euros.

A Bolsa de Lisboa encontra-se a meio da sessão desta quarta-feira em terreno positivo, a valorizar 0,17% para 5.779,95 pontos, com a maioria das bolsas europeias no ‘vermelho’.

A Semapa lidera nos ganhos, valorizando 1,65%, com as suas ações nos 13,54 euros, seguida da EDP, que ganha 1,12% para os 4,42 euros, enquanto a REN cresce 0,57% para os 2,635 euros. A Jerónimo Martins também está a ganhar 0,38% para os 20,94 euros.

A Mota Engil lidera nas perdas, a desvalorizar 1,28%, com as suas ações a valerem 1,23 euros, seguida do BCP, que perde 1,10% para os 0,1442 euros, enquanto a The Navigator desvaloriza 0,52% para os 3,82 euros. A Galp também está a cair 0,18% para os 11,03 euros.

A Nos SGPS mantém as suas ações inalteradas nos 3,87 euros.

Já as principais bolsas europeias estão quase todas no ‘vermelho’, com o DAX (Alemanha) a perder 0,53%, o CAC 40 (França) a desvalorizar 0,20%, o FTSE 100 (Reino Unido) a cair 0,14%, enquanto o IBEX 35 (Espanha) ganha 0,42%.

O analista de mercados do Millenium BCP, Ramiro Loureiro, destaca que as bolsas europeias mantêm na sua maioria a tendência negativa nesta manhã, seguindo os futuros norte-americanos que seguem também penalizados pelo ambiente de maior incerteza quanto a um desfecho favorável para os democratas de Joe Biden nas eleições intercalares nos EUA.

“Os sectores cíclicos como Viagens & Lazer, Automóvel, Recursos Naturais e Tecnológico, estão entre os mais penalizados, demonstrando uma atitude mais defensiva por parte dos investidores”, aponta.

No plano europeu, Ramiro Loureiro realça que o DAX é o que mais recua penalizado pela Bayer e pelo Deutsche Post, depois de atualizações de casas de investimento. As contas empresariais apresentadas hoje não geraram grande entusiasmo ao mercado, com destaque para os números de Ahold, Flutter, KBC, E.on e Commerzbank.

“Por cá o PSI mostra-se resiliente face ao sentimento dos congéneres europeus, ainda que com variações pouco expressivas, impulsionado por Semapa que avança 1,5% depois de uma casa de investimento ter reiterado uma recomendação de compra”, salienta.

O preço do barril de petróleo está a desvalorizar, com o brent a perder 0,79% para os 94,61 dólares e o crude a recuar 0,87% para os 88,14 dólares.

No mercado cambial, o euro está a ter uma desvalorização de 0,15% face ao dólar, para os 1,0057 euros.

Recomendadas

Energia dá impulso à Bolsa de Lisboa. Europa fecha no verde em dia marcado pela inflação

O mercado esperava que a inflação do IPC na zona do euro desacelerasse de 10,6% em Outubro para 10,4% em Novembro (variação anual). A leitura real mostrou uma desaceleração para 10,0% num ano. Os juros soberanos sobem. As ações também.

CMVM avança com cinco processos de contraordenação contra auditoras e CGD

O regulador aplicou quatro processos por violação de deveres de atuação dos auditores e outro à Caixa Geral de Depósitos por violação de deveres dos intermediários financeiros. Foi aplicada uma coima de 25 mil euros ao banco, suspensa integralmente por dois anos.
Comentários