Bolsa de Wall Street abre timidamente ‘no verde’ com tecnológico a liderar ganhos

Os índices da Bolsa de Nova Iorque iniciaram a sessão de quinta-feira no verde, mas sem nenhum ganho a chegar aos 1%.

A Bolsa de Nova Iorque abriu esta quinta-feira em ténue território positivo, com o setor tecnológico a ter o maior avanço.

Pelas 14h31 (hora de Lisboa) o S&P 500 sobe 0,49%, para 3.778,50 pontos, o tecnológico Nasdaq valoriza 0,64%, para 11.120,17, e o industrial Dow Jones avança 0,29% para 30.570,33 pontos.

Hoje marca o segundo dia de depoimentos do presidente da Reserva Federal (Fed), Jerome Powell, desta feita no Congresso norte-americano. Na quarta-feira, o responsável afirmou no Senado que o banco central norte-americano tem a “determinação” de “domar” a inflação e que acredita que a economia está forte agora, reconhecendo, no entanto, a real possibilidade de uma recessão.

Nas empresas, destaque para as ações da Snowflake, que sobem 5,94% para os 133,23 dólares, depois da J.P. Morgan atualizar as ações em nuvem da empresa de software, recomendando a compra.

A análise de Ramiro Loureiro, do Millennium Investment Baking, dá também conta da empresa Darden Restaurants, cujas vendas “superam estimativas”, com um aumento homólogo de 11,7% nas vendas comparáveis do seu quarto trimestre fiscal, encerrado a 29 de maio, um ritmo acima do antecipado pelos analistas (8,45%).

O preço do barril de petróleo volta à tendência de subida após ter recuado mais de 6% no dia anterior. O brent está a aumentar 0,64% para os 112,39 dólares e o crude está a avançar 0,47% para 106,69 dólares.

No mercado cambial, o euro está a ter uma desvalorização face ao dólar, com uma descida de 0,41%, para os 1,0521 dólares.

Recomendadas

PSI fecha em alta ligeira com Greenvolt a liderar subidas

A bolsa de Lisboa fechou esta segunda-feira com o índice PSI a registar uma ligeira subida de 0,04% para 6.054,21 pontos, com a Greenvolt a liderar os ganhos ao avançar 3,30%.

PSI sobe 8,5% desde o início do ano

Apesar da subida anual, em junho registou uma queda de 3,4%, com apenas cinco das 15 sociedades cotadas que integram o PSI a registarem uma evolução positiva, sendo que a banda de variação mensal oscila entre a subida de 8,8% da Jerónimo Martins e a queda de 16,7% dos CTT. A Maxyield destaca a forte capacidade de resiliência do PSI face às quebras mensal e anual dos mercados internacionais.

Vauld congela transações cripto devido à volatilidade no mercado

A Vauld junta-se a outras empresas de empréstimos de criptomoedas que decidiram suspender transações devido à forte volatilidade que se vive no mercado.
Comentários