Bolsa de Xangai encerra com queda de 0, 80%

Nesta semana, Xangai perdeu 0,73% e Shenzhen ganhou 0,57%.

A bolsa de Xangai, principal praça financeira da China, fechou hoje a descer 0,80%, para 3.266,14 pontos.

Shenzhen, a segunda praça financeira do país, também retrocedeu 1,01%, para 11.998,12 pontos.

Nesta semana, Xangai perdeu 0,73% e Shenzhen ganhou 0,57%.

Relacionadas

Chineses da CEFC escolhem Portugal para sede na Europa

A China Energy Company Limited que vai ficar com 60% da Montepio Seguros através de um aumento de capital de 150 milhões de euros, quer criar em Portugal a sua sede para a Europa, soube o Jornal Económico.

BCP assina acordo com a concorrente chinesa da Visa, a UnionPay

Esta parceria estratégica foi iniciada pelo principal investidor do Millennium bcp, a Fosun International, e pretende fazer do BCP o primeiro emissor de cartões UnionPay na Europa. João Nuno Palma, administrador do BCP, disse que o objetivo era alcançar uma cobertura significativa de aceitação de cartões UnionPay na Europa, “visando 100% em Portugal até meados de 2018”.
Recomendadas

Luta da Fed contra a inflação atinge Wall Street no fecho da sessão

De resto, o organismo liderado por Jerome Powell deu conta na semana passada da possibilidade de as taxas de juro continuarem em alta até 2023 fez com que os três principais índices tivessem caído na última semana entre 4% e 5%.

Banco de Inglaterra anuncia cenário para “testes de stress” com libra em queda

O Banco de Inglaterra divulgou hoje o cenário para testar a resistência dos grandes bancos do Reino Unido, quando o mercado obrigacionista britânico e a libra estão abalados pelas medidas orçamentais anunciadas pelo novo Governo.

Bolsa de Lisboa entre as que mais caíram. EDP Renováveis lidera perdas

O BCE e a OCDE penalizaram os mercados. “O italiano Footsie MIB foi a exceção após a vitória maioritária de Giorgia Meloni do partido de extrema-direita para o cargo de primeira-ministra, nas eleições realizadas ontem”, realçou o analista do BCP.
Comentários