Bolsa de Lisboa abre no vermelho

Em dia de feriado da restauração da independência, o PSI 20 abriu ligeiramente negativo, em linha com as praças europeias, com a Galp a evitar maiores perdas.

Stringer/Reuters

Bolsa de Lisboa abriu o dia a perder 0,39% para os 4.436,90 pontos, com a maioria  dos títulos negativos. Em dia de feriado da restauração da independência, a sessão deverá ficar marcada pelo baixo volume.

Em destaque na abertura está a Galp Energia, a subir 1,68%, a refletir o acordo alcançado pela OPEP para a redução da produção de petróleo.

A negociar com ganhos estão também os títulos do BPI (0,27%) e Pharol (1,19%).

A contribuir para o desempenho negativo do índice português, estão ainda as ações do BCP (-0,21%), CTT (-0,53%),  EDP renováveis (-0,73%), EDP (-0,88%), Jerónimo Martins (-0,94%), NOS (-0,69%), Semapa (-1,40%), REN (-0,70%) e Sonae (-0,88%).

A marcar o dia está ainda o acordo alcançado pela OPEP em Viena, e a divulgação dos indicadores PMI industrial em diferentes geografias. Os dados já revelados na China, ficaram acima das expetativas, o que demonstra alguma recuperação na economia.

Na Europa, para já, os índices negoceiam com perdas: O Dax cai 0,44%, o índice francês CAC recua 0,09%, a praça holandesa AEX desvaloriza 0,10%, e o Footsie de Londres perde 0,15%.

O petróleo Brent sobe 0,41% para os 52,05 dólares, depois de ontem ser subido mais de 8%, após a OPEP ter acordado uma redução na produção de petróleo de 1,2 milhões de barris.

No mercado forex o euro ganha 0,14% para 1,0604 dólares. A Libra avança 0,29% para 1,2542 dólares.

A ‘yield’ da dívida portuguesa a dez anos, negoceia a descer 1,3 pontos base para 3,693%.

Recomendadas

Wall Street arranca ‘mista’ numa Europa mergulhada no ‘vermelho’

A a Amazon está em destaque, após anunciar um aumento do salário médio dos trabalhadores de armazém, bem como os trabalhadores de entregas. O anúncio antecede em duas semanas o segundo evento de ofertas Prime Day da Amazon, marcado para 11 e 12 de outubro, evento que provocou uma crescente pressão sindical sobre a empresa.

PSI segue sessão em terreno negativo. Jerónimo Martins perde mais de 4%

As principais bolsas europeias também encontram-se todas no ‘vermelho’, com o IBEX 35 (Espanha) a desvalorizar 1,38%, o CAC 40 (França) a perder 1,14%, o DAX (Alemanha) a cair 1,12% e o FTSE 100 (Reino Unido) a recuar 0,79%.

Maior IPO da década. Ações da Porsche vendidas no topo do intervalo (com áudio)

A Volkswagen vendeu 911 milhões de ações (12,5% do capital) da Porsche no topo do intervalo pré-definido (82,5 euros), tirando partido da forte procura dos investidores. A Volkswagen encaixou ao todo 9.400 milhões de euros, com a dispersão em bolsa, o que lhe dá o estatuto de maior negócio de ações europeu.
Comentários