Bolsa. Banif sai, Galp e JM impulsionam ganhos

O PSI 20, principal índice da bolsa portuguesa, abriu a subir impactado pelos bons desempenhos da Galp Energia e da Jerónimo Martins (JM), no dia em que perde mais uma cotada, o Banif.


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O índice, agora resumido a 17 empresas, abriu com 11 em alta, permitindo-lhe ganhar 0,15% para 5.266,96 pontos.

Tanto a Galp Energia como a Jerónimo Martins (JM) sobem acima de 1%. A dona do Pingo Doce aprecia 1,02% negociando-se a 11,92 euros, enquanto a petrolífera valoriza 1,65% para 10,46 euros.
A presença da banca no índice resume-se agora ao BCP e ao BPI, ambos com desempenhos positivos estas manhã.

Na Europa, a manhã é igualmente de ganhos à boleia do setor da energia e das matérias primas. O Stoxx 600, índice de referência das principais empresas do continente, abriu a valorizar 1,29% para 361,47 pontos.

Numa manhã em que o euro ganha terreno face ao dólar, após três dias seguidos de perdas, o barril de Brent, transacionado em Londres, que serve de referência para Portugal, aprecia 1,3% para 36,58 dólares. Ontem, o Brent atingiu 35,98 dólares, um novo mínimo desde julho de 2004.

OJE

Recomendadas

Wall Street fecha instável em face da provável recessão

A indefinição está a marcar a economia interna dos Estados Unidos. sabe-se que haverá uma recessão, mas os seus contornos em termos de profundidade e duração não são claros. E o mercado mobiliário parece não gostar disso.

Há quem queira fugir à regulação do mercado criptoativo, alerta responsável europeia

A regulação deverá chegar no espaço de um ano, diz a comissária europeia para os serviços financeiros. Mas há ‘players’ do mercado que escolhem deliberadamente jogar contra as regras, avisa. A abordagem deve ser “global”.

Lagarde e o ‘whatever it takes’ para controlar a inflação. Ouça o podcast “Mercados em Ação”

No “Mercados em Ação”, podcast do JE, vai poder contar com a análise de especialistas em temas como ações e obrigações; investimento e poupança; BCE e FED; resultados e empresas; análises e gráficos.