Bolsas europeias realizam mais-valias e abrem em baixa

As principais bolsas europeias abriram hoje em baixa, subtraindo parte dos ganhos da véspera, sustentados pela moderada subida dos preços nos Estados Unidos em setembro. Cerca das 09h00 em Lisboa, o EuroStoxx 50, índice que representa as principais empresas da zona euro, estava em baixa, a cair 0,19%, para 3.002,76 pontos. As bolsas de Londres […]

As principais bolsas europeias abriram hoje em baixa, subtraindo parte dos ganhos da véspera, sustentados pela moderada subida dos preços nos Estados Unidos em setembro.

Cerca das 09h00 em Lisboa, o EuroStoxx 50, índice que representa as principais empresas da zona euro, estava em baixa, a cair 0,19%, para 3.002,76 pontos.

As bolsas de Londres e Frankfurt estavam em baixa, a cair 0,62% e 0,15%, respetivamente. No mesmo sentido, as bolsas de Madrid e Milão estavam a cair 0,21% e 0,32%. A exceção era Paris, cujo principal índice estava a subir 0,33%.

Depois de ter aberto em baixa, a Bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 09:00, o principal índice, o PSI20, estava a cair 0,34%, para 5.167,84 pontos.

Em Nova Iorque, Wall Street terminou em baixa na quarta-feira, com o Dow Jones a descer 0,92%, para 16.461,32 pontos, depois de ter subido a 19 de setembro até aos 17.279,74 pontos, o atual máximo de sempre desde que foi criado, há 128 anos.

OJE/Lusa

Recomendadas

PSI inicia sessão no ‘verde’ em linha com a generalidade dos mercados europeus

A bolsa de Lisboa está em terreno positivo no início da sessão desta quinta-feira, estando a subir 0,48% para 5.470,41 pontos, num dia de ganhos ligeiros na Europa. O BCP lidera o índice português, ao ganhar 1,66% para 0,1345 euros, seguido da Altri, que sobe 0,89% para 5,12 euros. No sector energético, o desempenho é […]

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta quinta-feira

O Banco de Portugal divulga esta quinta-feira o Boletim Económico de outubro, A expectativa quanto a estas previsões é significante, especialmente depois da pressão do Presidente da República para que o Governo divulgasse as projeções macroeconómicas antes de anunciar o Orçamento do Estado para 2023.

Pimco dá primeiro passo para regresso dos investidores ao mercado de obrigações

A Pacific Investment Management Co (Pimco) considera que chegou a altura de começar a comprar obrigações, pois as “yields” estão em níveis que a gestora de ativos especializada no mercado de dívida classifica de atraentes, segundo a Bloomberg.