Bolsas europeias seguem em alta, à exceção de Paris e de Madrid

As principais bolsas europeias seguem hoje positivas, à exceção de Paris e de Madrid, a beneficiarem do desempenho positivo dos índices asiáticos e norte-americanos. Cerca das 08h45, o EuroStoxx 50, o índice que representa as principais empresas da zona euro, seguia a subir 0,20%, para os 3.232,78 pontos. Na terça-feira foi divulgado que o PIB […]

As principais bolsas europeias seguem hoje positivas, à exceção de Paris e de Madrid, a beneficiarem do desempenho positivo dos índices asiáticos e norte-americanos.

Cerca das 08h45, o EuroStoxx 50, o índice que representa as principais empresas da zona euro, seguia a subir 0,20%, para os 3.232,78 pontos.

Na terça-feira foi divulgado que o PIB dos Estados Unidos avançou 3,9% no terceiro trimestre, numa revisão em alta face à primeira estimativa (de 3,5%) e acima das expetativas dos analistas consultados pela agência financeira Bloomberg.

As principais bolsas europeias seguiam positivas entre os ganhos de 0,15% de Milão e os de 0,59% de Frankfurt, respetivamente.

Madrid e Paris contrariavam a tendência positiva dos mercados e seguiam em ligeira baixa de 0,21% e 0,09%, respetivamente.

Em Lisboa, o PSI20 seguia a avançar 0,19%, para 5.347,21 pontos.

Para o dia de hoje, é aguardada a divulgação de uma queda, de acordo com a Bloomberg, dos novos pedidos de desemprego nos Estados Unidos da semana terminada a 22 de novembro.

OJE/Lusa

Recomendadas

Wall Street fecha a perder, com Nasdaq e S&P 500 a tombar mais de 2%

A nível empresarial, destaque para a queda da Apple de quase 5% depois do Bank of America baixar a empresa de Neutral para Buy, citando preocupações com uma desaceleração nos gastos do consumidor.

PSI fecha no ‘vermelho’. Jerónimo Martins perde mais de 6%

Houve apenas duas cotadas a terminarem a sessão em terreno positivo. Os CTT fecharam a valorizar 3,82% para os 2,72 euros e a Galp cresceu 0,44%, com as suas ações nos 9,63 euros. No mercado cambial, o euro está a ter uma valorização de 0,46% face ao dólar, para os 0,9779 euros.

Wall Street arranca ‘mista’ numa Europa mergulhada no ‘vermelho’

A a Amazon está em destaque, após anunciar um aumento do salário médio dos trabalhadores de armazém, bem como os trabalhadores de entregas. O anúncio antecede em duas semanas o segundo evento de ofertas Prime Day da Amazon, marcado para 11 e 12 de outubro, evento que provocou uma crescente pressão sindical sobre a empresa.