BPI coloca 17,24 milhões de dólares da emissão da Goldman Sachs

O resultado da Oferta Pública de Subscrição de até 100 milhões de dólares, revela que o montante global subscrito foi de 17.236.000 dólares (17,2 milhões de dólares equivalente a 16,14 milhões de euros).

Em comunicado à CMVM, o BPI (entidade comercializadora) relata a conclusão da emissão de até 50.000 notes, com valor nominal unitário de 2.000 dólares representativos da emissão da Goldman Sachs International (o emitente), com sede em Inglaterra, –  designada de “GS FRN 3M USD EUR 2022-2025” – no montante global de até 100 milhões de dólares (93,6 milhões de dólares).

O resultado da Oferta Pública de Subscrição de até  100 milhões de dólares, revela que o montante global subscrito foi de 17.236.000 dólares (17,2 milhões de dólares equivalente a 16,14 milhões de euros).

Foram dadas 233 ordens de subscrição; foram adquiridas 8.618 notes a dois mil dólares cada, o que perfaz 17.236.000 dólares norte-americanos.

Recomendadas

Investidores sem apetite pelo risco empurram Wall Street para terreno negativo

O S&P 500 perdeu 0,75% para os 3.790,30 pontos. O tecnológico Nasdaq encerra a cair 1,33% para 11.028,74 pontos. O índice industrial Dow Jones também fecha o dia em terreno negativo, a desvalorizar 0,82% para 30.775,43 pontos.

‘Vermelho’ domina sessão do PSI que encerra em sintonia com as congéneres europeias

Entre as principais praças europeias, o francês CAC 40 desceu 1,80%, o espanhol IBEX 35 desvalorizou 0,99%, o alemão DAX diminuiu 1,61% e o britânico FTSE 100 também encerra a sessão no ‘vermelho’ a perder 1,98%.

CMVM: Finanças estão a fazer diligências para nomear presidente o mais rápido possível

“Sabemos que há sentido de urgência do lado do Ministério das Finanças” para nomear um novo presidente da CMVM, garantiu Rui Pinto, administrador do regulador.
Comentários