BPI concretiza venda da BPI Gestão de Activos e da BPI Fundos ao CaixaBank

Chegaram as autorizações do reguladores e por isso o BPI fechou a venda da gestora de activos e da gestora de fundos de investimento à sociedade de Asset Managment do CaixaBank.

Cristina Bernardo

Conforme foi comunicado divulgado ao mercado em 23 de Novembro de 2017, o Banco BPI, celebrou, naquela data, com o CaixaBank Asset Management SGIIC, um acordo prevendo a venda à sociedade espanhola da totalidade da BPI Gestão de Activos, Sociedade Gestora de Fundos de Investimento e da BPI Global Investment Fund Management Company.

A transmissão das ações em apreço ficou sujeita a um conjunto de condições, designadamente a da obtenção das devidas autorizações das autoridades competentes. Ora o BPI anunciou que tendo todas essas condições sido verificadas, as transmissões de ações em apreço foram executadas com data de 13 de abril de 2018.

A venda das sociedades BPI Gestão de Activos, Sociedade Gestora de Fundos de Investimento e BPI Global Investment Fund Management Company, sociedades que actualmente são responsáveis pelas actividades de gestão de fundos de investimento do Grupo BPI à sociedade do Grupo CaixaBank, CaixaBank Asset Management SGIIC, foi pelo preço de 75 milhões de euros, no caso da BPI GA, e de 8 milhões de euros no caso da BPI GIF.

O Banco BPI manterá, mesmo após a concretização das transacções, o relacionamento com os clientes das actividades das empresas

Relacionadas

BPI quer vender em bolsa ações do BFA para reduzir operação em Angola

O banco pode seguir essa opção ou vender em negócio particular. Não decidiu ainda, em qualquer dos casos, se deixa o setor financeiro angolano ou mantém uma posição, num banco que controlou até janeiro de 2017.

BPI lucrou 210 milhões no primeiro trimestre, ajudado pela venda da Super Bock

Mesmo sem o negócio da venda da participação do BPI na Viacer, o resultado líquido recorrente do banco na atividade em Portugal aumentou 24%, para 58 milhões de euros.

BPI aprova em Assembleia novo administrador e somam 20

Acionistas do BPI aprovam contas de 2017 e entrada de António Cabral na administração. O BPI apresenta hoje à tarde os resultados referentes ao primeiro trimestre de 2018, no Porto.
Recomendadas

Bancos sujeitos a coimas até 1,5 milhões se não aplicarem diploma do Governo para crédito à habitação

Está já em vigor, a partir deste sábado, o diploma que estabelece medidas destinadas a mitigar os efeitos do incremento dos indexantes de referência de contratos de crédito para aquisição ou construção de habitação própria permanente. Bancos têm 45 dias a partir de hoje para aplicar as medidas.

Complemento excecional a pensionistas: SNQTB remeteu nova carta ao Primeiro-Ministro

Depois do OE2023 ter sido aprovado o Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários diz que “o Partido Socialista mantém a injustiça em relação aos bancários reformados que foram indevidamente excluídos da atribuição do complemento excecional a pensionistas”.

Sete bancos lucraram dois mil milhões até setembro, mais 71% do que no período homólogo

Os lucros dos sete maiores bancos – Caixa Geral de Depósitos, BCP, Novobanco, Santander Totta, BPI, Crédito Agrícola e Banco Montepio somam 2.006,3 milhões de euros até setembro deste ano, o que compara com um valor de 1.172 milhões nos nove meses do ano passado. O que significa que os lucros dos sete bancos cresceram 71,2%.
Comentários