BPI Gestão de Ativos pontua em indicador de investimento das Nações Unidas

A organização Princípios para o Investimento Responsável atribuiu à gestora a classificação de cinco estrelas em Investimento e Política de Envolvimento.

A organização Princípios para o Investimento Responsável (PRI) das Nações Unidas atribuiu à BPI Gestão de Ativos, do Grupo CaixaBank, a classificação de cinco estrelas em Investimento e Política de Envolvimento (Investment & Stewardship Policy), revelou esta terça-feira o banco BPI.

Segundo o banco, na base da avaliação máxima está o “progresso, estratégia e implementação” de políticas nesta área por parte da gestora de investimentos, que obteve ainda a classificação máxima em hedge funds (Long/Short Equity – Incorporação) com a gestão do fundo BPI Alternative Iberian Equities Long Short. Em causa está a incorporação de critérios ambientais, sociais e de governança corporativa (ESG).

Para o CEO da BPI Gestão de Ativos, esta classificação “valida e reafirma o nosso compromisso em contribuir para uma economia sustentável, que combina a rentabilidade de longo prazo com a justiça social e a proteção ambiental”. “O alinhamento com os PRI permite promover a criação de valor para o cliente, a proximidade, transparência, flexibilidade, eficiência, responsabilidade e segurança”, afirmou Jorge Sousa Teixeira, em comunicado divulgado aos meios de comunicação social.

A BPI GA, que integra este índice desde 2019, fez parte dos 10% de signatários (empresas de investimento, prestadoras de serviços e gestoras de investimentos de todo o mundo) que obtiveram a pontuação máxima nos PRI, que avaliam cerca de três mil investidores institucionais e empresas do sector financeiro a nível global, com um montante sob gestão que ultrapassa 135 biliões de dólares em ativos.

Na nota divulgada à imprensa, a BPI GA destaca também outras iniciativas, entre as quais a ADVANCE (Direitos Humanos), Climate Action 100+ (ESG),

Global Compact das Nações Unidas (dez princípios relacionados com Direitos Humanos, Direito Laboral, ambiente e corrupção) ou Task Force on Climate-related Financial Disclosures (TCFD), um grupo de trabalho para incentivar as empresas a informarem os seus investidores sobre os riscos relacionados com alterações climáticas.

Recomendadas

Arranca Prémio Investigação ASF com foco no Direito e Humanidades

Incentivar a produção de trabalhos de investigação científica de elevado valor para o desenvolvimento dos mercados nacionais dos seguros e dos fundos de pensões é o objetivo do prémio, cujo vencedor será conhecido em julho.

Bancos amortizam antecipadamente pagamento dos LTRO ao BCE no valor de 25 mil milhões

O Banco de Portugal detalha que “após dois anos de aumentos sucessivos do financiamento concedido pelo Eurosistema, em 2022, as subidas das taxas de juro pelo BCE levaram vários bancos a amortizar antecipadamente os montantes obtidos através das operações de refinanciamento”.

Prestação da casa sobe quase 200 euros para créditos de 150 mil euros a 6 meses

Assim, um cliente com um empréstimo no valor de 150 mil euros, a 30 anos, indexado à Euribor a seis meses – a mais usada nos contratos de crédito à habitação em Portugal – e com um ‘spread’ (margem de lucro do banco) de 1%, passa a pagar a partir de fevereiro 703,90 euros, o que traduz uma subida de 188,66 euros face à última revisão em agosto.
Comentários