Brasil: PGR pede prisão preventiva de 39 radicais por golpe de Estado

Procuradoria-Geral da República do Brasil pede o “bloqueio de bens no valor total de 40 milhões de reais (7,18 milhões de euros) para reparar os danos, tanto os materiais ao património público quanto os morais coletivos”.

Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Procuradoria-Geral da República do Brasil pediu hoje ao Supremo Tribunal de Justiça a prisão preventiva de 39 pessoas ligadas aos ataques ao Senado, a 08 de janeiro, no dia em que as sedes dos três poderes foram atacados por radicais.

No comunicado divulgado no site oficial, indica-se que as 39 pessoas devem responder pelos crimes de associação criminosa armada, abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado pela violência e grave ameaça com emprego de substância inflamável contra o património da União e com considerável prejuízo para a vítima, entre outros.

No documento assinado pelo subprocurador-geral, Carlos Frederico Santos, lê-se ainda que “além de pedir a condenação dos envolvidos nos ataques, ele solicita a decretação de prisão preventiva dos denunciados, medida considerada essencial para impedir que novos crimes violentos contra o Estado Democrático de Direito sejam cometidos”.

A acrescentar, a Procuradoria-Geral da República do Brasil pede o “bloqueio de bens no valor total de 40 milhões de reais (7,18 milhões de euros) para reparar os danos, tanto os materiais ao património público quanto os morais coletivos, e a perda dos cargos ou funções públicas nos casos pertinentes”.

A 08 de Janeiro, milhares de radicais invadiram as sedes do Congresso, do Supremo Tribunal e da Presidência, numa tentativa de golpe que deixou uma mancha de destruição na sede dos três ramos do Governo.

Foram abertas sete investigações sobre os acontecimentos e mais de 1.800 pessoas foram presas, embora um terço tenha sido libertado por “razões humanitárias” e irá responder a um eventual processo judicial em liberdade.

Relacionadas

A crise institucional e o ataque à democracia no Brasil. Ouça o podcast “Atlantic Connection”

Com apresentação de Gabriel Monteiro e de Nuno Vinha, o Atlantic Connection é um programa produzido em parceria pela BM&C News e pelo Jornal Económico, que oferece uma perspectiva em português sobre os grandes temas da atualidade global.

Brasil: Lula da Silva demite direção dos meios de comunicação públicos

A imprensa brasileira destaca que a direção desses meios de comunicação estava nas mãos de funcionários indicados pelo ex-presidente, Jair Bolsonaro.

PremiumInovação de Washington e réplica de Brasília podem chegar à Europa?

Não são muitas as condições necessárias a que os acontecimentos que marcaram as capitais dos Estados Unidos e do Brasil se repitam noutras paragens. Como ali em janeiro de 2021 e em janeiro de 2023, seria uma surpresa, mas não uma surpresa muito grande.

“Se Jair Bolsonaro estava a par do que se passou? Claro que sim”, sublinha Francisco Seixas da Costa

O embaixador Francisco Seixas da Costa analisou a invasão de manifestantes pró-Bolsonaro ao centro dos três poderes em Brasília e que caminhos serão percorridos a partir desses atos, por parte do novo presidente, de Jair Bolsonaro e até da direita brasileira.

Brasil: Recuperada réplica da Constituição de 1988 roubada em ataque a Brasília (com áudio)

Apoiantes de Bolsonaro invadiram e vandalizaram no domingo as sedes do STF, do Congresso e do Palácio do Planalto, em Brasília, obrigando à intervenção policial para repor a ordem e suscitando a condenação da comunidade internacional.

Brasília, uma versão tropical do Capitólio. Veja “A Arte da Guerra” com Francisco Seixas da Costa

Dois anos e dois meses depois, Brasília transformou-se numa réplica do Capitólio com consequências difíceis de prever. Na Câmara dos Representantes norte-americana, foi possível assistir à divisão crónica dos republicanos. Estes e outros temas merecem a análise do embaixador Francisco Seixas da Costa.

Brasil: Ministério Público pede investigação a deputados bolsonaristas (com áudio)

O Ministério Público do Brasil pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que investigasse três deputados por “incitamento a atos antidemocráticos” na sequência do ataque às sedes dos três poderes em Brasília no domingo.
Recomendadas

Rio de Janeiro “tem os melhores índices de segurança dos últimos 10 anos”

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro afirmou este sábado, em entrevista à agência Lusa, que “os índices de segurança do estado são os melhores dos últimos 10 anos”.

Brasil “precisa de gastar bem o pouco recurso que tem disponível”

A ministra do Planeamento e Orçamento brasileira, Simone Tebet, defendeu este sábado em Lisboa a aprovação da reforma tributária, o controlo do défice e um plano económico para os próximos quatro anos como as “três grandes missões” do Governo.

PremiumBoris Pistorius, o novo ministro à Defesa da Alemanha

Segundo adiantam alguns especialistas, no fim da guerra na Ucrânia a Rússia continuará no mesmo lugar onde está hoje. Por maioria de razão, o mesmo acontecerá com a Alemanha.
Comentários