Brexit: Irlanda do Norte decreta suspensão de controlos aduaneiros

“Emiti uma instrução formal ao meu secretário permanente para suspender a partir desta meia-noite todos os controlos que não estavam operacionais em 31 de dezembro de 2020”, anunciou Poots.

O ministro da Agricultura do Governo autónomo da Irlanda do Norte, Edwin Poots, anunciou esta terça-feira a suspensão, a partir da meia-noite, dos controlos aduaneiros a produtos que cheguem do Reino Unido.

Poots, membro do Partido Democrata Unionista (DUP), argumentou perante o Parlamento Regional de Stormont que os controlos não podem prosseguir sem a aprovação explícita do Executivo autónomo da Irlanda do Norte.

O ministro declarou ter recebido um “parecer jurídico” sobre a matéria e considera que tem o poder de “ordenar a paragem dos controlos”.

“Emiti uma instrução formal ao meu secretário permanente para suspender a partir desta meia-noite todos os controlos que não estavam operacionais em 31 de dezembro de 2020”, anunciou Poots.

A medida não tem o apoio do partido Sinn Féin, parceiro na coligação que forma o Governo regional, descrita como um “golpe” publicitário e uma tentativa do DUP de “interferir ilegalmente no direito interno e internacional”, criticou a vice primeira-ministra da Irlanda do Norte, Michelle O’Neill.

É incerto se uma ordem do Governo autónomo se pode sobrepor ao Protocolo sobre a Irlanda do Norte, que entrou em vigor em 01 de janeiro de 2021, juntamente com os restantes acordos do ‘Brexit’.

De forma a manter a fronteira aberta com a República da Irlanda, o Protocolo determina que sejam realizadas inspeções a mercadorias que chegam à província britânica provenientes do resto do Reino Unido para monitorizar a entrada de produtos para o mercado único europeu.

Poucos meses depois de finalmente entrar em vigor, o governo britânico exigiu que Bruxelas renegociasse o texto, considerando que cria muito atrito social e económico na Irlanda do Norte.

O Reino Unido quer reduzir os controlos alfandegários, bem como reduzir o papel dos tribunais comunitários nas disputas comerciais da Irlanda do Norte, entre outras questões.

Após vários meses, as negociações entre o Reino Unido e a União Europeia (UE) continuam num impasse.

Londres mantém em cima da mesa a ameaça de invocar o artigo 16.º do Protocolo, que permite a uma das partes suspender unilateralmente algumas das suas disposições.

Recomendadas

Portugal registou 15.214 novos casos de Covid-19 e 43 mortes na última semana

Entre 9 e 15 de agosto, registou-se uma descida no número de casos positivos por Covid-19 (4.382) e morreram menos 20 pessoas quando comparado com a semana anterior, revelou a DGS.

TAP. Sindicatos acusam gestão de colocar empresa em “rota de colisão”

Os sindicatos que hoje promoveram um protesto com cerca de 1.000 trabalhadores da TAP entregaram um manifesto no Ministério das Infraestruturas, endereçado a Pedro Nuno Santos, onde acusam a gestão de colocar a empresa em “rota de colisão”.

Ministério das Infraestruturas assegura que está atento às “reivindicações e apelos expressos dos trabalhadores da TAP”

Contudo, o ministério liderado por Pedro Nuno Santos defende que “é preciso não esquecer que a companhia aérea atravessa ainda aquele que é o momento mais desafiante da sua história”, aludindo aos efeitos da pandemia no sector. 
Comentários